0

João Leite, o maior do Atlético-MG: veja um raio-x do eleito da torcida

17 jul 2015
17h56
  • separator
  • comentários

João Leite da Silva Neto. O goleiro que defendeu as traves de um dos melhores times da história do Atlético-MG. Entre 1976 e 1988, ele não decepcionou a torcida nem nas cobranças de pênalti que fizeram o time vice-campeão brasileiro invicto em 1977. Não é à toa que o deputado estadual por Minas Gerais foi eleito pela torcida alvinegra o maior ídolo da trajetória do clube, com 24% dos votos.

O ídolo em imagens: A bela história de João Leite pelo Atlético-MG
O ídolo em imagens: A bela história de João Leite pelo Atlético-MG
Foto: Divulgação

O ex-camisa 1 do Galo superou ícones como Reinaldo, o maior artilheiro da história do clube, com 255 gols, e Ronaldinho Gaúcho, maestro do time que faturou a épica Copa Libertadores da América de 2013.

João Leite não fez gols, como os seus concorrentes, mas evitou muito deles, o que faz com que tenha números excelentes debaixo da baliza atleticana. Com as cores do time de Belo Horizonte, foram 684 partidas e 453 gols sofridos. Com ele em campo, foram 413 triunfos, 176 igualdades e 95 reveses. Ele foi 11 vezes campeão mineiro e faturou uma Copa Conmebol.

Ao atender a reportagem do LANCE!Net na manhã desta sexta-feira, ele demonstrou alegria pelo reconhecimento da torcida e até certa surpresa.

– Essa notícia que você (repórter) me deu é muito boa. Eu fico muito feliz por receber o reconhecimento da torcida do Atlético. É muito bom mesmo – afirmou o Arqueiro de Deus, como ele é conhecido por conta de sua religião.

Questionado pelo site oficial do Atlético sobre o que lhe proporcionou mais alegria no período em que esteve dentro dos gramados pelo clube (entre 1976 e 1988/entre 1991 e 1992), o goleiro não hesitou:

– A maior alegria de minha vida foi ter sido hexacampeão pelo Galo, ter conquistado 11 títulos mineiros. Isso marcou muito minha vida. Até hoje, onde vou, em Minas Gerais, no Brasil, fora do país, as pessoas me reconhecem, lembram. O Atlético é um grande clube reconhecido em todos os lugares. Minha maior alegria foi ter servido o Atlético durante tantos anos, ter conquistado tantos títulos, tudo isso, foi muito importante. A maior tristeza foi a perda do título em 1977. Nunca teve uma coisa tão injusta no futebol. Naquela final, o Galo tinha 12 pontos na frente do São Paulo e foi vice-campeão invicto. Nem a final nós perdemos. Eu fiquei três dias sem dormir! Lembrava... Chorava... Foi muito triste, marcante! – contou.

João Leite com a camisa do Atlético-MG
Jogos: 684 / Gols sofridos: 453
Estreia: 15/8/1976 – Villa Nova-MG 0 x 1 Atlético
Último jogo: 13/12/1992 Patrocinense-MG 1 x 0 Atlético
Títulos: Campeonato Mineiro (1976, 1978, 1979, 1980, 1981, 1982, 1983, 1985, 1986, 1988 e 1991) e Copa Conmebol 1992

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade