0

Livre de lesão, Rodrigo Caio volta a treinar com o grupo tricolor

13 ago 2015
17h38
  • separator
  • comentários

O São Paulo se reapresentou na tarde desta quinta-feira após bater o Figueirense por 2 a 0 na 18 rodada do Campeonato Brasileiro e logo o técnico Juan Carlos Osorio recebeu boas notícias. O zagueiro Rodrigo Caio está livre de lesão no joelho esquerdo e já pôde participar normalmente de treino técnico no CT da Barra Funda.

O camisa 3 sentiu uma tendinite no joelho esquerdo logo após a derrota para o Atlético-MG há duas rodadas e perdeu boa parte da preparação para o clássico com o Corinthians. Depois de cinco dias de trabalhos físicos ao lado do centroavante Alan Kardec, que se recupera de cirurgia no joelho direito, Rodrigo se juntou ao grupo nesta quinta e participou sem restrições como cabeça de área ao lado de João Schmidt.

Quem também treinou normalmente foi o meia Michel Bastos. Até o duelo com o Figueirense, o camisa 7 havia disputado todas as 13 partidas com Osorio no comando como titular, por isso viu a comissão técnica optar por preservá-lo do compromisso em Santa Catarina. Michel já chegou a trabalhar na quarta-feira com outros atletas cortados e deve retornar ao time titular no sábado, 21h, contra o o Goiás no Morumbi.

Outro destaque desta quinta foi o colombiano Wilder Guisao. O atacante, que ainda não estreou pelo São Paulo, deu boas arrancadas, descolou viradas de jogo e ainda marcou um belo gol ao bater de primeira e de chapa no canto esquerdo de Renan Ribeiro. O outro gringo do elenco, o argentino Ricardo Centurión, também atuou bem e quase marcou de bicicleta, parando em linda defesa de Denis, recuperado de cirurgia no ombro direito.

Osorio não começou o treino em campo, deixando as orientações a cargo do auxiliar técnico Luis Pompilio. Somente depois de se reunir com os titulares que jogaram em Florianópolis é que o treinador foi ao gramado e observou as atividades. No fim do dia, reuniu também os reservas para uma conversa na linha de fundo de um dos campos.

A expectativa agora é pelo resultado dos exames de Rogério Ceni. O Mito sentiu a virilha após converter o pênalti do segundo gol contra o Figueirense e teme ter sofrido um leve estiramento no local. O cenário mais otimista é uma contratura, que pode ser tratada a tempo do duelo com o Goiás no sábado. Caso contrário, Renan Ribeiro será o titular

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade