0

Mesmo com queda, Dunga fica satisfeito com campanha na Copa América

27 jun 2015
21h56
  • separator
  • comentários

Muitos questionamentos esperavam por Dunga durante a coletiva de imprensa após a eliminação da Seleção Brasileira na Copa América. E logo na primeira resposta, o treinador revelou que o grupo foi afetado por uma virose durante a semana que antecedeu o duelo contra o Paraguai.

Coletiva Dunga Miranda
Coletiva Dunga Miranda
Foto: FotoCleber Mendes / LANCE!Press

- Não estou usando isso como desculpa, mas cerca de 15 jogadores foram atingidos por uma virose. Eles tiveram dores de cabeça, dores nas costas, mal estar no corpo. E isso variou, uma vez que teve gente que sentiu mais que o outro. Por conta disso precisamos diminuir o ritmo de treinos com o objetivo de recuperar eles para a partida. Frizei que a nossa velocidade seria fundamental, mas não conseguimos regularidade - declarou.

A situação, inclusive, foi decisiva para o treinador trocar Willian e Robinho justamente por Douglas Costa e Everton Ribeiro, os dois jogadores que perderam as penalidades durante a decisão da vaga na semifinal.

- Gostaria de ter mantido o Willian e o Robinho. Mas o Willian passou mal no intervalo, e o Robinho no fim estava muito cansado. E por isso precisei optar por jogadores, uma vez que queria vencer a vaga no tempo normal, não coloquei eles já pensando na decisão nos pênaltis - declarou.

Dunga reconheceu também que o Brasil não jogou bem e que apresentou muitos problemas na Copa América. Mesmo assim, ele lembrou as séries de lesões que precisou conviver durante a competição e acreditou que o saldo é positivo.

- Acho que foi uma boa Copa América. Demos experiência para jogadores que ainda não tinham vivenciado este tipo de situação e chegarão mais preparados para as Eliminatórias. Esse é o nosso principal objetivo. É preciso lembrar também que perdemos cinco jogadores importantes e que dariam uma experiência ainda maior aqui no Chile. No futebol nem sempre se ganha. Vamos fazer reflexões, arregaçar as mangas junto com minha equipe de trabalho e trabalhar muito para encontrar soluções - analisou.

A delegação brasileira deixará o Chile neste domingo pela manhã. O próximo compromisso da Seleção acontece em setembro, quando fará dois amistosos nos Estados Unidos. As primeiras rodadas das Eliminatórias para a Copa de 2018 acontecem em outubro. Os adversários serão conhecidos em julho, quando o sorteio com a ordem das partidas será realizado na Rússia.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade