1 evento ao vivo

Presidente do Grêmio valoriza Liga, mas admite priorizar Libertadores e Gauchão

Romildo Bolzan Jr. exaltou a união dos clubes brasileiros, mas que o foco do Tricolor Gaúcho no primeiro semestre não será a Sul-Minas-Rio

18 dez 2015
19h20
  • separator
  • 0
  • comentários

Segundo o presidente Romildo Bolzan Jr., o Grêmio deve entrar com uma equipe alternativa na Liga Sul-Minas-Rio, que será disputada pela primeira vez em 2016. O mandatário, no entanto, fez questão de valorizar a realização do torneio, que reunirá clubes de Minas Gerais, Santa Catarina e Paraná, além do Internacional e da dupla Flamengo e Fluminense.

Classificado para a Copa Libertadores e em busca do fim da hegemonia do Internacional no Campeonato Gaúcho - o Colorado venceu as últimas cinco edições do estadual -, o Grêmio dará prioridade a essas duas competições no primeiro semestre de 2016.

- O Grêmio, como se classificou para a Libertadores, vai ter olhos para Libertadores. E nós queremos ganhar o Gauchão. Quem pensa no esvaziamento do Gauchão por causa da Primeira Liga está muito equivocado. As coisas têm de ser coerentes. O Grêmio tem muito compromisso com seu associado do Interior - afirmou Bolzan à "Rádio Gaúcha".

O presidente do Grêmio valorizou a união dos clubes em um momento conturbado do futebol brasileiro, com os escândalos de corrupção envolvendo a CBF.

Na última quinta-feira, uma reunião confirmou a volta do Cruzeiro à Liga, o que aumenta as chances da competição embrionária acontecer em 2016.

- Jogar (a Primeira Liga) não é a questão mais importante. Nós vamos priorizar a Libertadores, vamos priorizar o Gaúcho, vamos jogar a Primeira Liga se tiver. Mas, na escala de hierarquia, vamos priorizar as duas primeiras no primeiro semestre - concluiu.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade