0

Santos entra em contato e se aproxima de acordo com Dorival Júnior

8 jul 2015
14h11
  • separator
  • comentários

Frustrado com a má fase técnica que derrubou o atual campeão paulista à zona de rebaixamento em 11 rodadas do Brasileirão, o Santos decidiu apostar em um velho conhecido para mudar de rumos em 2015. Assim, Dorival Júnior, técnico vencedor de dois títulos pelo clube há cinco temporadas, está próximo de ser confirmado como novo treinador do Peixe em substituição a Marcelo Fernandes, que voltará a ser auxiliar e deve se despedir da função de comandante nesta quarta-feira, fora de casa, contra o Goiás.

Dorival Júnior, em sua primeira passagem pelo Santos, em 2010
Dorival Júnior, em sua primeira passagem pelo Santos, em 2010
Foto: Ricardo Saibun / Divulgação

Pessoas envolvidas diretamente na negociação disseram ao LANCE! que o acordo com Dorival estava bem encaminhado até o início da tarde desta quarta-feira, e que só restariam pequenos ajustes no tamanho da comissão técnica e na questão salarial, que ainda tem uma diferença para fechar. Por isso, o presidente Modesto Roma Júnior havia afirmado à reportagem no dia anterior que o anúncio do novo comandante deverá ser feito apenas na quinta-feira.

Santos e Dorival já tiveram uma conversa formal e alinharam o acordo, cujos detalhes burocráticos serão resolvidos por Dagoberto Santos, superintendente de esportes do Peixe. Dorival tinha preocupação em negociar com um clube que já tem técnico, mas o Santos esclareceu que Marcelo faz parte da comissão técnica permanente do clube e será seu parceiro na sequência da temporada.

Em março, Dorival quase acertou com o Santos após a demissão de Enderson Moreira, mas o clube preferiu manter o auxiliar Marcelo Fernandes, que tinha bons resultados e acabou efetivado no cargo. Há duas semanas, porém, o clube decidiu ir atrás de um novo comandante e escolheu Oswaldo de Oliveira. O treinador, porém, foi vetado pelo Comitê de Gestão, colegiado que tem esse direito por Estatuto e decidiu fazer frente à decisão de Modesto.

Dorival passou pelo Santos entre janeiro e setembro de 2010, quando foi campeão paulista e da Copa do Brasil, e não trabalha desde dezembro de 2014, quando ajudou o Palmeiras a escapar do rebaixamento no Brasileiro. De volta ao Peixe, deverá ter missão semelhante, já que o clube abre a zona de rebaixamento antes do início da 12ª rodada.

Caso não haja acerto com Dorival, o Santos trata internamente de outras duas alternativas: Doriva, que pediu demissão do Vasco há duas semanas, e Alexandre Gallo, que deixou a Seleção Brasileira sub-20 em março.


Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade