0

Schwenck é o novo reforço do Nova Iguaçu para a Série B do Carioca

Formado no clube, atacante já passou por Botafogo e Cruzeiro e estava no Inter de Lages

23 dez 2015
14h57
  • separator
  • comentários

Depois do técnico Edson Souza, o Nova Iguaçu anuncia o primeiro reforço para a próxima temporada. E é um reforço de nome, com forte ligação com o clube: o atacante Schwenck. Formado nas categorias de base do clube, o jogador retorna com o objetivo de ser a principal peça da Laranja da Baixada na disputa da Série B do Campeonato Carioca.

Aos 36 anos, Schwenck acumula passagens por grandes clubes do Brasil, como Botafogo e Cruzeiro, além de ter atuado na Arábia, Israel, Japão e Coreia. Este ano, disputou a Série D do Brasileiro pelo Inter de Lages (SC) e marcou seis gols no último Campeonato Catarinense, pelo Marcílio Dias. Ele rejeitou outras ofertas para poder atuar novamente pelo Nova Iguaçu.

- Tive propostas para jogar a Primeira Divisão do Catarinense e do Paulista, mas optei pelo Nova Iguaçu por estar perto da minha família, de estar num clube que me criou, onde tenho dois grandes amigos que são o Jânio (Moraes, presidente) e Jorge, que sempre cuidaram da minha carreira. Fico feliz por voltar e espero ajudar o Nova Iguaçu a voltar à Série A, que é o que todos os torcedores da Baixada esperam - afirmou Schwenck.

Morador de Nova Iguaçu, Schwenck vai ficar também perto de casa e da família. Seu filho mais velho, Davi, de sete anos, já está dando seus primeiros passos no futebol e é aluno da Escola de Futebol Laranjinha, localizada dentro do clube.

- Minha carreira começou aqui, então fico muito feliz de voltar às origens. Quando comecei, isso tudo aqui ainda estava em construção, e hoje o projeto está todo pronto, é muito legal ver isso. Meu filho também ficou muito feliz quando dei a ele a notícia de que jogaria pelo Nova Iguaçu, ficou muito empolgado - contou Schwenck.

Com um currículo extenso, Schwenck tem tudo para ser o principal nome do Nova Iguaçu na disputa para voltar à Primeira Divisão do Campeonato Carioca. Ele será uma das peças que vai passar experiência a um elenco formado em sua maioria por jovens formados nas categorias de base do clube. Schwenck, porém, não quer ser encarado como estrela da companhia.

- O trabalho feito aqui na base é muito forte. Mas sabemos que a responsabilidade é igual para todos que vestem a camisa do Nova Iguaçu. Todos serão líderes dentro de campo, o Edson (Souza, técnico) sempre fala que ninguém joga sozinho, todos jogam em grupo e é isso que vai fazer a diferença para o nosso time. Não vai ter um ídolo, um destaque, todos vão se destacar em conjunto para conquistarmos as vitórias - disse.

O Nova Iguaçu estreia na Série B no dia 5 de março, contra o Goytacaz, no Laranjão.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade