2 eventos ao vivo

Toronto-2015: saiba como foi o 8º dia de competições para os brasileiros

19 jul 2015
00h14
  • separator
  • comentários

O oitavo dia brasileiro nos Jogos Pan-Americanos foi de medalhas de ouro e quebra de recorde histórica. Encerrando o dia com cinco douradas, na ginástica rítmica, vela, pentatlo e duas na natação, Thiago Pereira mais uma vez colocou seu nome na história. O nadador venceu sua 23ª medalha na competição e ultrapassou o ex-ginasta cubano, Erick López, que possui 22.

HOME - Pan de Toronto-2015 - Thiago Pereira
HOME - Pan de Toronto-2015 - Thiago Pereira
Foto: Eduardo Viana / LANCE!Press

Nos esportes coletivos, o Brasil novamente foi 100%. O país venceu no vôlei, basquete e handebol feminino, todos com extrema facilidade.

O quadro de medalhas teve uma troca na liderança. O Canadá, que antes era líder, foi ultrapassado pelos Estados Unidos e agora está na segunda colocação. O Brasil segue em terceiro, com 28 ouros.

NATAÇÃO

A natação novamente não decepcionou. A modalidade trouxe mais dois ouros para o Brasil, com Henrique Rodrigues nos 200m medley e no revezamento 4x200m livre, além de recorde histórico para Thiago Pereira, que com a prata nos 200m medley e o ouro no revezamento se tornou o maior medalhista no Pan-Americano, com 23 medalhas, superando o ex-ginata Erick López. A

lém das douradas, o revezamento feminino 4x100m medley garantiu a terceira colocação, ficando com o bronze. Brandonn Almeida também ficou com a terceira posição na final dos 3 1500m lire. O jovem nadador fez o tempo de 15:11.70. O ouro ficou com o canadense Ryal Cochrane (15:06.40)e a prata com o americano Andrew Gemmel (15:09.92).

VELA

Este sábado da vela brasileira foi de medalhas nos Jogos Pan-Ameri-canos de Toronto, no Canadá. A delegação do Brasil garantiu duas de ouro, duas pratas e uma de bronze. As douradas que vieram Ricardo Winicki e Patrícia Freitas, na classe Windsurfing RSX.

As pratas do dia ficaram com o experiente Robert Scheidt, na classe Laser e com a dupla Martine Grael e Kahena Kunze, na 49erFX. Já Fernanda Decnop ganhou o bronze na categoria Laser Radial.

Ginástica rítmica ficou com o ouro por equipes no Pan-Americano de Toronto (Foto: Eduardo Viana/LANCE!Press)

GINÁSTICA RÍTMICA

A ginástica rítmica por grupos brasileira foi imbatível neste sábado. O quinteto brasileiro bateu as concorrentes para conquistar a medalha de ouro na modalidade pelos Jogos Pan-Americanos. Com o resultado de 30.323, o Brasil subiu ao local mais alto do pódio. A prata ficou com os Estados Unidos (29.275) e a bronze foi para Cuba (25.692).

O quinteto brasileiro foi formado por Dayane Amaral, Emanuelle Lima, Jessica Maier, Ana Paula Ribeiro e Beatriz Pomini. Regina Gmach foi a suplente.

PENTATLO

A disputa com certeza não é uma das mais fáceis. Com início às 11h15 e fim às 19h20, a brasileira Yane Marques conquistou a medalha de ouro com muita exaustão e garra. Essa foi a segunda vez que a atleta subiu ao lugar mais alto do pódio. A primeira havia sido no Pan-Americano do Rio de Janeiro, em 2007. Em 2011, em Guadalajara, no México, Yane foi prata.

MARATONA FEMININA

Adriana Silva garantiu a medalha de prata na maratona feminina para o Brasil. Apesar do segundo lugar, a brasileira teve recorde batido neste sábado pela vencedora da prova, Gladys Tejeda, do Peru, que finalizou etapa em 2h33m03s e conquistou o ouro. Fechando o pódio, Lindsay Flanagan, dos Estados Unidos, ficou com o bronze.

VÔLEI FEMININO

A Seleção feminina de vôlei viveu uma tarde no mínimo estranha no Pan-Americano de Toronto (CAN). Neste sábado, a equipe conquistou sua segunda vitória na competição, sobre o Peru. Após perder o primeiro set, as brasileiras não deram sopa para o azar e viraram a partida, triunfando por 3 sets a 1.

BASQUETE FEMININO

O basquete brasileiro feminino venceu mais uma neste sábado. Após perder para os Estados Unidos na estreia e triunfar contra Porto Rico, as meninas do Brasil bateram a República Dominicana por 73 a 54, e garantiu classificação para as semifinais da competição, já que as americanas bateram as porto-riquenhas e ajudaram a equipe brasileira.

O handebol feminino não teve dó do Canadá e goleou (foto:Rodolfo Buhrer/La Imagem/Fotoarena/Lancepress!)

HANDEBOL FEMININO

A modalidade segue 100% nos jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá. Após vencer na estreia, as brasileiras do handebol humilharam as donas da casa por 48 a 12 e encaminha classificação para às semifinais. A jogadora destaque da partida foi Alexandra Nascimento, melhor do mundo em 2012, que marcou nove gols.

VÔLEI DE PRAIA

A dupla brasileira Vitor Araujo e Álvaro Magliano bateu os uruguaios nas quartas de final dos Jogos Pan-Americanos de Toronto e garantiu vaga na semifinal do vôlei de praia masculino. Os brasileiros foram bem superior aos uruguaios Renzo Cairus e Mauricio Vieyto e triunfaram por 2 sets a 0.

No feminino, Carolina Horta e Liliane Maestrini venceram as uruguaias Fabiana Gomez e Eugenia Nieto por 2 sets a 1 e também garantiram uma vaga nas semifinais do Pan de Toronto.

GINÁSTICA TRAMPOLIM

O brasileiro Carlos Ramirez Pala terminou, após a segunda rotação, na oitava colocação e se classificou para a grande final da modalidade, que acontecerá neste domingo. Já a brasileira Camila Gomes terminou na segunda colocação com pontuação 95.765. Ela briga por medalha também neste domingo.

Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade