0

Lindsey Vonn diz que "destruiu" prova de campeã olímpica

24 fev 2010
18h04
atualizado às 20h49
Anderson Giorge
Direto de Whistler

A esquiadora americana Lindsey Vonn admitiu que acabou com o sonho da sua compatriota e campeã olímpica, Julia Mancuso, de conquistar uma medalha na prova do slalom gigante nos Jogos Olímpicos de Inverno.

Musa americana erra e vai parar em rede de proteção

Lindsey foi a 17ª competidora da prova. Na descida, quando marcava o melhor tempo, ela derrapou e se chocou contra a rede de proteção. A prova foi interrompida para o atendimento de Lindsey quando Julia Mancuso já havia iniciado a sua descida.

"Ela deve estar muito desapontada, porque ela sabia que a pista estava se deteriorando de forma muito rápida. Sinto muito que ela não tenha conseguido um bom resultado e comprometido as suas chances. Não queria que isso tivesse acontecido", disse Lindsey.

A nova descida de Mancuso aconteceu cerca de 15 min depois. Como nevava forte, as condições da pista já não eram as mesmas.

"Isso custou a Mancuso pelo menos 1 segundo. Porque as condições haviam se deteriorado rapidamente", afirmou Lindsey.

Quando desceu, Mancuso não escondeu a frustração. Ela ficou deitada na neve por alguns minutos e chorou bastante. Teve de se contentar com o 18º tempo. A segunda descida do slalom foi adiada para esta quinta-feira por conta do mau tempo em Whistler.

Entenda a prova de slalom gigante do esqui alpino

O slalom gigante é similar ao slalom, mas tem menos curvas e inclinações e um percurso maior. Cada esquiador desce duas vezes a montanha da mesma inclinação, mas com percursos diferentes. Os tempos são somados e o mais rápido é campeão olímpico.

O número de portas (espécies de obstáculos feitos com hastes e bandeira) costuma ser de cerca de 40 para as mulheres e 50 para homens. O slalom gigante costuma ter menos desistências que o slalom, mas os atletas que terminam o percurso sem passar por alguma porta (ou passam, mas de forma inadequada) são punidos e podem ser desclassificados.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver

Fonte: Terra
publicidade