0

Fred vê punição a Suárez severa: pode acabar com carreira

26 jun 2014
15h47
atualizado às 19h53
  • separator
  • 0
  • comentários

Para o atacante brasileiro Fred, a punição de nove jogos de suspensão ao uruguaio Luis Suárez por ter mordido o zagueiro italiano Chiellini na última rodada do Grupo D da Copa do Mundo foi severa demais. O camisa 9 da Seleção Brasileira afirmou que atos como esse são causados pela emoção do momento e disse temer prejuízo à carreira de Suárez.

Copa 2014: Fred critica suspensão de Suárez: "muito severa"

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

“Não tem como negar que ele cometeu um erro, mas eu, como jogador e como ser humano, compreendo que lá dentro o jogador está à flor da pele. É tensão, é disputa por espaço. Eu acabo enxergando como severa demais”, opinou Fred. Suárez mordeu o ombro de Chiellini no segundo tempo, fora da disputa da bola, em jogada que a arbitragem não viu e, portanto, não puniu.

Uruguai e Itália se enfrentavam para definir quem iria às oitavas de final. A partida terminou com vitória uruguaia por 1 a 0. Suárez foi julgado pela Fifa, que analisou imagens e testemunhos para definir 9 jogos de suspensão e a proibição de participar de qualquer atividade pelos próximos quatro meses – ele está fora da Copa e não poderá, por exemplo, ver de dentro do estádio às partidas. Também ficará fora do Liverpool, clube que defende.

“A maioria achou justa (a punição), mas, na minha opinião, não. Pode até acabar com a vida do atleta. Quatro meses, nove jogos e todo mundo criticando. Tinha que ser punido, mas eu gostaria muito de ver ele jogando nessa Copa ainda”, afirmou Fred, que pode encontrar os uruguaios nas quartas de final se o Brasil passar pelo Chile nas oitavas e se os companheiros de Suárez levarem a melhor contra a Colômbia.

Fred também foi alvo de polêmica com arbitragem e a imprensa internacional na estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo, na Arena Corinthians, em São Paulo: sofreu o contestado pênalti que gerou o empate do Brasil contra a Croácia e abriu caminho para a vitória, de virada, por 3 a 1. O lance foi criticado mundialmente, embora o jogador e o técnico Luiz Felipe Scolari tenham alegado que foi mesmo pênalti.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade