0

Italiano Chiellini critica árbitro e chama Suárez de "tolo"

24 jun 2014
19h20
atualizado às 20h13
  • separator
  • 0
  • comentários

O zagueiro Giorgio Chiellini, da Itália, que foi eliminada da Copa do Mundo nesta terça-feira ao perder para o Uruguai por 1 a 0, criticou duramente o árbitro mexicano Marco Rodríguez e o atacante Luis Suárez, e chamou este último de "tolo" por ter mordido seu ombro esquerdo.

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

"As decisões do juiz foram vergonhosas. Estes episódios afetam o jogo, e a Fifa os permite. Vamos ver se usam as provas da televisão", disse Chiellini ao término da partida disputada em Natal.

"A expulsão de Claudio (Marchisio) é ridícula, mas mais ainda não expulsar Suárez, porque sua ação foi clara. O árbitro deveria ter lhe mostrado cartão vermelho", disse o zagueiro à rede de TV italiana RAI.

Em entrevista à emissora Sky, Chiellini foi ainda mais contundente: "Suárez é um tolo. Vamos ver se tem a coragem de utilizar a prova do vídeo contra si mesmo".

Chiellini afirmou que o árbitro mexicano Marco Rodríguez viu a marca da mordida, "mas não tomou nenhuma medida", alegou que a Itália mereceu a classificação e que o jogo ficou condicionado por ambas as ações. "É uma pena, a partida foi decidida pelo árbitro", frisou.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade