1 evento ao vivo

Suárez chega no Uruguai com atraso e perde festa da torcida

27 jun 2014
09h17
atualizado às 10h37
  • separator
  • 0
  • comentários

O atacante uruguaio Luis Suárez, que recebeu uma suspensão de nove partidas internacionais e quatro meses de afastamento de qualquer atividade relacionada ao futebol por ter mordido o italiano Giorgio Chiellini na vitória do Uruguai sobre a Itália por 1 a 0, desembarcou em Montevidéu na madrugada desta sexta-feira.

Torcedores uruguaios se reúnem em frente ao Aeroporto Internacional de Carrasco, próximo a Montevidéu, onde aguardar a chegada do jorgador Luis Suárez. O atacante deixou o País após ser suspenso pela Fifa por nove partidas oficiais da seleção e por quatro meses de qualquer atividade relacionada ao futebol pela mordida dada no zagueiro italiano Chiellini
Torcedores uruguaios se reúnem em frente ao Aeroporto Internacional de Carrasco, próximo a Montevidéu, onde aguardar a chegada do jorgador Luis Suárez. O atacante deixou o País após ser suspenso pela Fifa por nove partidas oficiais da seleção e por quatro meses de qualquer atividade relacionada ao futebol pela mordida dada no zagueiro italiano Chiellini
Foto: Miguel Rojo / AFP

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

O jogador viajou com a família em um voo fretado e desembarcou pouco depois das 5h (de Brasília) e imediatamente seguiu para a casa da mãe, na cidade de Canelones.

Desde o fim da tarde de quinta-feira, centenas de pessoas se reuniram no aeroporto para recepcionar o jogador, idolatrado no país, com bandeiras e cartazes com frases como "Luis, todo Uruguai está contigo".

"Não era para terem feito o que fizeram, porque o trataram pior que um assassino. E não foi assim, ele apenas cometeu um equívoco", declarou uma torcedora que aguardou durante horas pelo retorno do ídolo.

Até o presidente do país, José Mujica, chegou a seguir para o aeroporto, mas ao ser informado sobre o atraso deixou o local.

Mujica foi irônico ao comentar a questão com os jornalista: "o Mundial fica perigosíssimo. Quanto mais nos perseguem, pior é. Pobrezinhos. Imagino a revolta dos garotos", disse, em relação aos jogadores da seleção Celeste.

Com o passar das horas, os torcedores também deixaram o local, mas o respaldo ao atacante prossegue nas redes sociais com a hashtag #TodosSomosSuarez.

O jogador, que passou por uma cirurgia de meniscos em maio, conseguiu retornar aos gramados em pouco tempo e foi o herói da vitória de 2 a 1 sobre a Inglaterra, na segunda rodada do Grupo D do Mundial.

Sem o seu principal jogador, o Uruguai enfrentará no sábado, às 17h (de Brasília), no Estádio do Maracanã, a Colômbia pelas oitavas de final.

Veja os gols em 3D da Copa Veja os gols em 3D da Copa

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade