0

Tábarez é sabatinado sobre mordida de Suárez e esbraveja

24 jun 2014
16h09
atualizado às 18h16
  • separator
  • 0
  • comentários

O técnico uruguaio Óscar Tábarez se irritou nesta terça-feira ao ser questionado sucessivamente sobre a mordida do atacante uruguaio Luis Suárez no italiano Giorgio Chielini durante a vitória dos sul-americanos por 1 a 0 sobre os europeus, em Natal, pela última rodada do Grupo D da Copa do Mundo.

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

Um jornalista inglês questionou sobre a possibilidade de Suárez ser expulso da Copa pela Fifa, se o Comitê Disciplinar aceitar analisar as imagens da partida. A questão irritou visivelmente o treinador do Uruguai.

“O Suárez está sempre sendo atacado como estão fazendo agora. É um campeonato de futebol, e não de moralidade barata”, disse Tábarez, sobre o craque do Uruguai.

Suárez foi suspenso  pela Liga Inglesa, em 2013, por ter mordido o sérvio Ivanovic, do Chelsea, em um clássico contra o Liverpool. Na época, ganhou o apelido de “Hannibal”, em referência ao filme Silêncio dos Inocentes e as suas sequências.

O treinador uruguaio teve de responder três vezes sobre Suárez. Em um delas, ele afirmou que "gostaria de ver primeiro as imagens" já que não percebeu o lance, assim como o árbitro mexicano Marco Rodríguez.

"Não vi a cena e não gosto que falem por mim. Embora cometa erros, o Suárez é alvo predileto de algumas mídias. Logo após encerrado o jogo, não sei de onde surgem essas informações que ele vai ser retirado do torneio. Acho que há uma hostilidade a esse jogador. Há uma famosa frase no Uruguai que sempre tem alguém atrás da árvore esperando um deslize", 

Recuperando-se de uma lesão no joelho, o camisa 9 ficou fora da estreia contra a Costa Rica, justamente na derrota por 3 a 1. Retornou como herói ao marcar os dois gols contra a Inglaterra, mas sua presença nas oitavas de final agora é incerta. "Jogamos sem o Suárez em alguns jogos das Eliminatórias. Vencemos e perdemos" , desabafou o treinador.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade