3 eventos ao vivo

Ex-campeão mundial de boxe é sequestrado e morto na Venezuela

27 fev 2014
09h47
  • separator
  • comentários

Pugilista ex-campeão mundial, Antonio Cermeño foi sequestrado e assassinado em Caracas, de acordo com as autoridades locais. Ele havia conquistado os cinturões da Associação Mundial de Boxe (WBA) nas categorias galo e pena entre o final da década de 1990 e o início dos anos 2000.

<p>Cermeño (à esquerda) tinha um cartel de 52 lutas, com 45 vitórias</p>
Cermeño (à esquerda) tinha um cartel de 52 lutas, com 45 vitórias
Foto: AFP

Cermeño, 44 anos, e a família haviam sido sequestrados em Caracas na última segunda-feira. O corpo do ex-pugilista foi encontrado em uma estrada na província de Miranda um dia depois. Presidente venezuelano, Nicolás Maduro chegou a postar uma mensagem no Twitter lamentando o crime.

Cermeño trabalhava como treinador e fazia parte de programas governamentais para o desarmamento da população. Ele também participava de campanhas para que jovens praticassem esportes e ficassem longe das ruas.

As autoridades declararam não saber o motivo do sequestro e tampouco informaram o que aconteceu com os familiares de Cermeño que também foram sequestrados. Organizações locais estimam que 65 pessoas são assassinadas por dia de maneira violenta na Venezuela, um dos países mais violentos da América Latina.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade