1 evento ao vivo

Treinador de medalhista acusa CBBoxe por "humilhações e ditadura"

8 ago 2012
14h56
atualizado às 15h23
Allan Farina
José Edgar de Matos

O bronze conquistado por Adriana Araújo em Londres, que encerrou um jejum de 44 anos sem pódio do boxe, acabou relegado a um segundo plano depois das declarações da pugilista após a conquista. O desabafo contra a Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe) recebeu o apoio do grande responsável pela formação da atleta. Luiz Dórea, técnico da lutadora e que não pôde ajudar na preparação da competidora para o evento, questionou duramente a direção da entidade e apoiou veementemente o desabafo da pupila.

» Vote na maior decepção brasileira nos Jogos de Londres
» Escolha o esporte e assista aos vídeos da Olimpíada de Londres
» Saiba tudo sobre os medalhistas do Brasil em Londres
» Veja como foram as conquistas dos brasileiros
» Confira a programação de ao vivo do Terra
» Veja a agenda e resultados dos Jogos de Londres

Em conversa exclusiva com a reportagem do Terra , Dórea atacou a gestão de Mauro José da Silva. "Esse presidente é um ditador. Os pugilistas, como a Adriana, foram humilhados durante os últimos quatro anos", atacou o treinador, que, além de treinar Adriana, é conhecido por já ter trabalhado com o ex-campeão mundial Acelino Popó Freitas e dirigir o córner de Junior "Cigano" dos Santos, dono do cinturão da categoria dos pesados do Ultimate Fighting Championship (UFC).

"Esse presidente caiu de paraquedas aí, foi indicado, e não chegou por merecimento. Virou presidente e mudou, se voltou contra todo mundo, saiu humilhando atletas. Esse rapaz não entende de boxe, ele é muito ruim com os outros", afirmou Dórea, justamente o motivo de uma das principais reclamações de Adriana após o bronze - a pugilista reclamou o fato de não poder ter trabalhado com o baiano na preparação para os Jogos, já que a Seleção se concentra em São Paulo.

"Olha, não queria nem falar desse presidente, já que é um momento de muita alegria... mas a Adriana foi tão humilhada por este cara que chegou até a cogitar largar o boxe, teve depressão. Esse rapaz tem uma dificuldade de lidar com as pessoas, uma dificuldade muito grande, não deveria estar onde está", contou o treinador, reiterando as críticas contra Mauro José da Silva.

Embora tenha disparado contra a gestão da confederação, Luiz Dórea espera que Adriana Araújo insista na carreira olímpica. "Queria muito vê-la no Rio de Janeiro em 2016, mas não sei se ela aguenta mais quatro anos disso. Gostaria muito de vê-la aqui", desejou o treinador, que vê duas saídas para a atleta caso a carreira de pugilista "amadora" tenha se encerrado nesta quarta-feira, em Londres.

"Quero que ela continue no boxe olímpico, mas isso só deverá ocorrer se a idade limite aumentar para 40 anos (Adriana tem 30). A saída então é ir para o boxe profissional ou o MMA, mas, na minha opinião, seria bom ela tentar até 2016. Espero que com essa medalha muita coisa mude para melhor", completou o renomado treinador.

CBBoxe responde

Mauro José da Silva, presidente da CBBoxe, foi contatado pela reportagem para uma resposta em relação aos comentários de Dórea. O dirigente evitou responder ao treinador de Adriana, mas destacou seu passado no boxe e contestou a posição do técnico para fazer alguma acusação sobre seu trabalho e sua pessoa.

"Durante quinze anos da minha vida fui árbitro internacional de boxe olímpico. Só isso. Sou membro da comissão internacional. Isso é cair de paraquedas? Aí fica com vocês. Sobre o Dórea, na verdade, não tenho nada a responder", disse o dirigente, que está na presidência da confederação desde janeiro de 2009.

"Essa pessoa não faz parte da confederação, sobre ele não respondo. Ele nem faz da parte da confederação, como pode falar algo sobre a minha pessoa?", questionou o presidente da CBBoxe.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra , maior empresa de internet da América Latina, transmite ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas , a cobertura conta com textos, vídeos, fotos, e participação do internauta e repercussão no Facebook .Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012

Adriana Araújo recebeu o apoio de Luiz Carlos Dórea em relação às críticas contra a CBBoxe
Adriana Araújo recebeu o apoio de Luiz Carlos Dórea em relação às críticas contra a CBBoxe
Foto: AP
Terra

compartilhe

publicidade
publicidade