1 evento ao vivo

Cigano nega vingança contra Mir por quebrar braço de "conselheiro"

18 mai 2012
07h50

A disputa do cinturão dos pesos pesados entre Junior dos Santos e Frank Mir terá um ingrediente especial: as duas vitórias do americano sobre a estrela Antônio Rodrigo "Minotauro" Nogueira, um dos grandes nomes da história do MMA brasileiro. Um dos pupilos do ex-campeão do Pride, Cigano, entretanto, negou qualquer sentimento de revanche em relação ao próximo adversário na disputa pelo cinturão dos pesados do UFC.

» Confira a história de cada combate presente na nova abertura do UFC

"Não (há pressão a mais). Realmente o Minotauro ter perdido para o Mir me deixou muito triste, e a todos os brasileiros, principalmente a gente que tem proximidade com ele. Mas o que mais me motiva mesmo para essa luta é a defesa do meu cinturão e o bom momento que eu estou vivendo na minha vida, não só profissional como pessoal. Não tem nada de revanche nessa luta, minha motivação é manter o momento bom que estou vivendo", afirmou o brasileiro, em entrevista de divulgação para o UFC 146, marcado para o próximo dia 26 de maio.

Ex-campeão dos pesos pesados, Frank Mir foi o primeiro atleta a conseguir nocautear e finalizar Rodrigo Minotauro. No primeiro encontro entre os dois, em 27 de dezembro de 2008, o americano venceu por nocaute técnico com apenas 1min57 do segundo round. Já no ano passado, Mir encaixou uma Kimura e triunfou no UFC 140.

Provocador, o americano lembrou dos dois combates para alfinetar Cigano, que nunca escondeu a admiração por Minotauro. "Depois da luta com Nogueira eu recebi um monte de e-mails furiosos, tive que traduzir todos (risos). Não sabia que eu tinha irritado tanta gente", ironizou Mir, antes de até relembrar um evento no qual encontraria o atual campeão dos pesados, que faltou.

"Eu ia até jogar um videogame com Junior em um evento da THQ (distribuidora do UFC Undisputed), mas ele não foi porque eu havia vencido Nogueira. Por alguma razão, irritei muita gente", disse.

O brasileiro, por sua vez, não entrou na onda do adversário. Polido em suas declarações, Cigano apenas ressaltou a ajuda de Minotauro no camp para o combate do próximo dia 26, que, a princípio, deveria ser contra o holandês Alistair Overeem - por conta de um flagra no exame antidoping, o competidor europeu acabou tirado do card e substituído por Mir.

"Minotauro sempre me dá bons conselhos para as lutas, e como ele já teve duas experiências com o Frank Mir ele me passou alguns conselhos sim, de como levar a luta, de como seguir na luta. Mas tenho minha estratégia formada e confio muito, ainda estou assistindo muito às lutas do Frank Mir", completou.

Cigano afirmou que não possui um sentimento de vingança contra Mir por conta de Minotauro
Cigano afirmou que não possui um sentimento de vingança contra Mir por conta de Minotauro
Foto: Giuliander Carpes / Terra
Fonte: Terra
publicidade