0

Em 1ª luta após se declarar gay, boxeador vence e detém título

20 out 2012
09h16
atualizado às 09h42
  • separator
  • comentários

O lutador porto-riquenho Orlando Cruz venceu o mexicano Jorge Pazos por decisão unânime na madrugada deste sábado, na Flórida, mantendo o cinturão latino dos pesos pena da Organização Mundial de Boxe na primeira luta realizada após chamar a atenção da imprensa mundial ao assumir publicamente que é homossexual.

» Ronda Rousey? Revista lista 5 novas razões para ver Strikeforce

Em um combate equilibrado, o mexicano tentou se aproveitar do maior alcance para surpreender o rival, mas viu Cruz utilizar um ótimo jogo de pernas para se esquivar de seus socos. No final, os juízes decidiram manter o cinturão com o porto-riquenho, que venceu por 118-110, 116-111 e 118-110.

Com o resultado, o boxeador soma 19 vitórias, nove por nocaute, e duas derrotas na carreira, além de um empate. Cruz se emocionou como o grande apoio que recebeu dos torcedores antes da luta, afirmando que o público o viu como um lutador, um atleta e um homem em todos os sentidos da palavra.

Após a vitória, o ainda campeão dos penas contou que a vitória deve abrir a porta para maiores lutas no futuro, defendendo que o objetivo agora é buscar um título mundial.

Orlando Cruz vence Passos por decisão unânime e se torna o primeiro campeão de boxe assumidamente gay
Orlando Cruz vence Passos por decisão unânime e se torna o primeiro campeão de boxe assumidamente gay
Foto: Reuters
Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade