1 evento ao vivo

Finalizador, Mir se apoia em retrospecto contra "máquinas de socos"

18 mai 2012
07h54

Striker afiadíssimo, Junior dos Santos defenderá pela primeira vez o cinturão da categoria dos pesados do UFC diante de um adversário que possui um retrospecto extremamente favorável diante de especialistas no jogo em pé. Com vitórias sobre nomes como Cheick Kongo, Mirko Cro Cop e Roy Nelson, Frank Mir confia justamente nestes números para surpreender o mundo e reconquistar o título após oito anos.

» Confira a história de cada combate presente na nova abertura do UFC

"Ninguém presta muita atenção nisso, mas, com meu estilo, provavelmente vou melhor contra pessoas que usam striking e lutam em pé. Eu fico bastante confortável", afirmou Mir, em entrevista na última quinta-feira, quando, ao lado de Cigano, promoveu o UFC 146, evento marcado para o próximo dia 26 de maio, em Las Vegas, no qual buscará o cinturão.

"Basicamente eu preciso me concentrar no que ele tem de melhor, que é o boxe. Eu estava treinando duro, recebia 300 socos em cada treino. Eu já estava treinando para esse tipo de luta, achando que eu seria o co-main event. Agora eu vou enfrentar uma máquina de socos em uma luta de cinco rounds", completou o lutador americano, que terá pela frente um "artista do nocaute", apelido dado por Dana White ao brasileiro.

Frank Mir não era o adversário primeiramente planejado para protagonizar o UFC 146 ao lado de Junior Cigano. Entretanto, o flagra de esteroides anabolizantes no exame surpresa realizado por Alistair Overeem, desafiante original do brasileiro, obrigou o Ultimate a mudar o planejamento. Assim, o veterano Mir, embalado pela vitória sobre Rodrigo Minotauro, ganhou de presente o direito de brigar pelo cinturão.

A mudança de adversário, apenas anunciada em 21 de abril, mudou o camp de Junior Cigano para o combate. Enquanto se preparava para um striker, pensando em Overeem, o brasileiro agora terá pela frente um exímio finalizador. Perguntado sobre o assunto, o atleta catarinense admitiu que necessitou ajustar a preparação diante de um rival com estilo diferente.

"Precisei fazer sim alguns ajustes, trocar um pouco (a rotina de treino) e trazer pessoas novas. São lutadores completamente diferentes. O Overeem é destro e prefere manter a luta em pé, o Mir é canhoto e é um dos melhores finalizadores no chão. Então tive que fazer alguns ajustes no meu camp, mas consegui fazer muito bem isso, as pessoas que me ajudaram estavam realmente comigo e posso dizer que estou muito bem preparado", disse Cigano, minimizando a mudança repentina nos treinos.

Após finalizar Minotauro, Frank Mir chegará embalado para enfrentar Cigano
Após finalizar Minotauro, Frank Mir chegará embalado para enfrentar Cigano
Foto: AP
Fonte: Terra
publicidade