1 evento ao vivo

Lutas

Astro do WWE, Hulk Hogan é demitido após caso de racismo

Erika Goldring / Getty Images
24 jul 2015
12h12
atualizado em 28/7/2015 às 11h24
  • separator
  • comentários

Uma das estrelas mais antigas ainda vivas do WWE, Hulk Hogan, 61 anos, foi demitido nesta sexta-feira pela empresa após o vazamento de frases racistas ditas por ele em um vídeo íntimo de 2012 com Heather Clem, ex-esposa do apresentador Bubba the Love Sponge.

"O WWE encerrou seu contrato com Terry Bolea (também conhecido como Hulk Hogan). O WWE está comprometido a abraçar e celebrar indivíduos de todas origens como demonstrado pela diversidade dos nossos empregados, artistas e fãs ao redor do mundo", anunciou a empresa em um comunicado oficial.

Hulk Hogan foi um dos apresentadores do Wrestlemania de 2014
Hulk Hogan foi um dos apresentadores do Wrestlemania de 2014
Foto: Dimistrios Kambouris / Getty Images

Hogan era um dos jurados do reality show Tough Enough , promovido pelo WWE, mas foi retirado da função. O astro também tinha uma última luta no evento Wrestlemania cotada, a qual não acontecerá mais. A empresa apagou o nome do lutador do seu site, tirando seus produtos da loja online e até excluindo-o do hall da fama do esporte.

Pelo Twitter, Hogan fez a primeira manifestação pública desde que a notícia veio à tona, com uma mensagem críptica. "Na tempestade eu solto o controle, Deus e seu universo vão me navegar onde ele quer que eu vá, um amor. HH", escreveu:

Posteriormente, ele falou exclusivamente à People e se desculpou pelas ofensas proferidas. "Há oito anos, usei linguagem ofensiva durante uma conversa. Foi inaceitável ter usado as ofensas, não há desculpas para isso e eu peço perdão pelo ocorrido. Isso não é quem eu sou. Eu acredito fortemente que toda pessoa no mundo é importante e não deve ser tratada diferentemente por causa da sua raça, gênero, orientação, crenças religiosas ou outras coisas. Estou desapontado comigo mesmo que ussei uma linguagem que era ofensiva e inconsitente com minhas crenças", declarou.

Seu advogado, David Houston, declarou que ele pediu demissão do WWE porque "ele não queria que eles e sua família passassem por isso". A organização, no entanto, manteve sua posição: mandou o lutador embora, não o contrário.

O vídeo citado faz parte de uma disputa judicial entre Hulk Hogan e o Gawker Media, responsável pela publicação de parte dele em 2012 em um dos seus sites. No entanto, o lutador já havia feito afirmações com teor racista em 2012, em uma entrevista no programa de rádio de DJ Whoo Kid's, embora o apresentador tenha negado que houve racismo na conversa.

O nível extremo das palavras faladas pelo lutador no vídeo que está em segredo de Justiça, no entanto, foi suficiente para o WWE tomasse a decisão de romper relações. "Eu preferia que, se ela está transando com algum negro, que fosse um negro de 2,50 m que valesse milhões de dólares, como um jogador de basquete", teria dito Hogan a Heather Clem, se referindo à vida pessoal da sua filha.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade