0

Luta olímpica garante permanência nos Jogos de Tóquio-2020

8 set 2013
13h28
atualizado às 13h44

A luta manteve sua condição de esporte olímpico para os Jogos de Tóquio-2020 ao vencer neste domingo a disputa com o beisebol-softbol e o squash, durante a 125ª sessão do Comitê Olímpico Internacional (COI) realizada em Buenos Aires.

Esporte entre os mais tradicionais do movimento olímpico, disputada desde a edição de Atenas-1896 e já presente nos Jogos da Antiguidade, a luta recebeu 49 votos, mais do dobro do que o beisebol-softbol (24) e do squash (22).

A luta olímpica tinha perdido provisoriamente seu lugar no programa oficial em fevereiro deste ano em uma reunião realizada em Lausanne, sede do COI. Para reconquistar sua vaga, precisou apresentar garantias de que modernizaria suas regras para ser mais atrativa para o público.

"Aos milhões de lutadores, torcedores e apaixonados por este esporte ao redor do mundo que se juntaram para salvar a luta olímpica, quero dizer obrigado", comemorou o sérvio Nenad Lalovic, presidente da Federação Internacional de Luta (Fila).

Depois do anúncio oficial, feito pelo presidente do COI, o belga Jacques Rogge, Lalovic recebeu um abraço do ator americano William Baldwin, que praticou o esporte em alto nível na universidade e foi um apoio de peso para a permanência no programa olímpico.

Em fevereiro, o COI tinha recebido uma chuva de críticas por esta decisão, tomada, de acordo com o próprio Comitê, para dar lugar a um esporte que atraia mais o público jovem.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade