0

Bronze em Atenas, judoca Flávio Canto anuncia aposentadoria

5 fev 2012
12h01
atualizado às 16h07

O judoca Flávio Canto, medalha de bronze na Olimpíada de Atenas 2004, anunciou neste domingo, na TV Globo, a aposentadoria do esporte. O medalhista, que já trabalhava como apresentador do canal Sportv, agora também participará do programa global Corujão, que atualmente tem a apresentação do ex-jogador de vôlei Tande.

"Chega um momento, aos 36 anos, em que as dores passam a ser mais frequentes, e esse novo desafio está me deixando muito motivado para seguir um novo rumo", disse o agora ex-atleta, que é responsável pelo Instituto Reação, ONG que atua em comunidades pobres do Rio de Janeiro, ajudando a promover a inclusão social de crianças e adolescentes por meio do judô e outras atividades culturais.

Filho de um físico nuclear, Flávio nasceu em Oxford (Inglaterra), mas veio ao Brasil ainda criança e também passou período da infância morando nos Estados Unidos. Teve começo tardio no judô, aos 14 anos, inspirado pela conquista de Aurélio Miguel, ouro nos Jogos Olímpicos de Seul, em 1988.

Aos 19 anos, o judoca venceria sua primeira seletiva nacional. Logo depois, conquistaria sua primeira medalha defendendo o Brasil, a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Mar Del Plata (Argentina), em 1995, na categoria até 81 kg. No ano seguinte, participou da Olímpiada de Atlanta, onde foi sétimo.

Heptacampeão sul-americano (1995, 1996, 1997, 1998, 2000, 2002 e 2004), Canto ainda conquistaria mais duas medalhas em Pans: a prata, em Winnipeg 1999 e o ouro na edição seguinte, em Santo Domingo.

Sem vaga olímpica para a Olimpíada de Sydney, em 2000, o judoca se classificou aos Jogos de Atenas, quatro anos depois, em luta polêmica com o então promissor Tiago Camilo na final da seletiva brasileira. A poucos segundos do fim, ele provocou uma punição ao adversário, que chegou a ir aos tribunais para reverter a decisão, mas sem sucesso.

Após boa estreia nos Jogos gregos, Canto caiu ante o russo Dmitri Nossov e foi para a repescagem, onde conquistou o bronze após vencer, por ippon, o sul-coreano Young Woo Kwon em apenas 25s. E ele reconhece 2004 como o ano mais importante de sua carreira. "Atenas foi o grande momento da minha vida, não pela medalha, mas porque estava a familia estava toda reunida"

Após títulos como medalha de bronze e outra de ouro nas etapas na Copa do Mundo de judô de Madri e Lisboa, em 2010, o judoca sofreu série de lesões, entre elas, uma infecção crônica no joelho que o obrigou a sofrer quatro cirurgias em cinco meses. Flávio não conseguiu manter o ritmo e acabou fora do Pan de Guadalajara. Pouco antes, havia sido eliminado do Mundial de Judô, em Paris, pelo russo Ivan Nifontov.

O experiente judoca ainda cogitava disputar os Jogos Olímpicos de Londres, mas decidiu por "pendurar a faixa" para se dedicar à ONG e aos trabalhos na TV Globo.

O melhor resultado de Flávio Canto foi a medalha de bronze nos Jogos de Atenas em 2004
O melhor resultado de Flávio Canto foi a medalha de bronze nos Jogos de Atenas em 2004
Foto: Marcio Rodrigues/Fotocom / Divulgação
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade