0

CBJ anuncia equipe para o Mundial do Japão em setembro

19 jul 2010
13h35
atualizado às 14h47

Após muito tempo de avaliação técnica, física, médica e estatística, foram conhecidos os lutadores que irão representar o Brasil no Campeonato Mundial Sênior de Judô em Tóquio, no Japão, de 9 a 13 de setembro.

Estão convocados pela comissão técnica da Confederação Brasileira de Judô os atletas: Felipe Kitadai (-60kg), Leandro Cunha (-66kg), Bruno Mendonça (-73kg), Leandro Guilheiro e Flávio Canto (-81kg), Tiago Camilo e Hugo Pessanha (-90kg), Luciano Correa (-100kg), Walter Santos e Rafael Silva (+100kg); Sarah Menezes (-48kg), Erika Miranda (-52kg), Rafaela Silva (-57kg), Mariana Silva (-63kg), Maria Portella (-70kg), Mayra Aguiar (-78kg) e Maria Suellen Altheman (+78kg).

"A partir desse ano, a Federação Internacional de Judô permite que os países sejam representados por até dois atletas em cada categoria e isso é muito bom para o judô brasileiro, já que não é de hoje que temos mais de um judoca de alto nível no mesmo peso", comenta o coordenador técnico internacional de CBJ, Ney Wilson, que terá todos os atletas do masculino à disposição já na Copa do Mundo por Equipes, disputada na próxima semana (23 e 24 de julho) em Belo Horizonte, na fase eliminatória, e de 29 a 31 de julho, em Salvador, para a fase final. O time brasileiro enfrentará as equipes de Japão, Coreia, França, Itália, Portugal, Espanha e Inglaterra em um bom teste antes do Mundial.

Esse será o primeiro Campeonato Mundial já valendo pontos para o ranking de classificação olímpica (ouro 500 pontos, prata 300 pontos, bronze 200 pontos, quinto lugar 100 pontos, sétimo lugar 80 pontos). Diferentemente dos anos anteriores, a vaga para Londres 2012 são do atleta e não mais do país.

"Por esse motivo buscamos dar o máximo de oportunidade de pontuar aos nossos judocas, especialmente aos mais bem ranqueados na lista. A diferença no ranking entre Tiago Camilo e Hugo Pessanha, por exemplo, é mínima. E não é papel da CBJ, ao convocar apenas um deles para o Mundial, aumentar essa distância e até acabar por definir o melhor. Eles têm chances iguais de mostrar seu valor e conquistar medalhas", explica Ney Wilson.

Todos os atletas convocados pela CBJ conquistaram, este ano, boas colocações e medalhas em competições válidas pelo Circuito Mundial, entre Copa do Mundo, Grand Prix, Grand Slam e Campeonato Pan-americano. Os destaques foram os ouros em etapas do Grand Slam, o principal evento do circuito: Leandro Guilheiro (-81kg) em Paris, Hugo Pessanha (-90kg) no Rio de Janeiro e Luciano Correa (-100kg) em Moscou.

O Brasil soma 19 medalhas em Campeonatos Mundiais Sênior de Judô: 4 ouros, 2 pratas e 13 bronzes.

A equipe viaja para Tóquio na primeira semana de setembro, para período de treinamento e aclimatação. Nas duas últimas vezes em que o Campeonato Mundial Sênior foi disputado no berço do judô mundial, o Brasil subiu ao pódio: bronze em Osaka 2003 com Mario Sabino, Carlos Honorato e Edinanci Silva e bronze em Tóquio 1995 com Danielle Zangrando.

Leandro Guilheiro está entre os convocados para o Mundial no Japão
Leandro Guilheiro está entre os convocados para o Mundial no Japão
Foto: Reuters
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade