0

Gigante francês bate alemão, incendeia Paris e é tetracampeão do mundo

27 ago 2011
12h56
atualizado às 19h59
  • separator

Allan Farina
Direto de Paris

Para o êxtase da torcida que lotou o Palais Omnisports de Bercy, não houve surpresas na final do peso pesado do Mundial de Judô. Teddy Riner, de 2,04 m e 130 kg, derrotou o alemão Andreas Toelzer e conquistou seu quarto título do mundo na categoria acima de 100 kg. Um dos maiores judocas da atualidade, o francês de apenas 22 anos venceu o ouro também em 2007, 2009 e 2010, além da medalha dourada no Mundial de 2008, na categoria absoluta. Riner está há três anos sem perder em sua categoria - o último revés ocorreu justamente na semifinal da Olimpíada de Pequim, em que caiu para o uzbeque Abdullo Tangriev.

Se o gigante passeou até chegar à decisão, Riner enfrentou dificuldades na final. Toelzer se arriscou e deu trabalho para o francês, quase chegando a administrar golpes. O judoca da casa, porém, confirmou seu favoritismo a 1min27 do fim da luta e conseguiu seu sexto ippon.

Ao som dos gritos de "Teddy" entoado pela torcida local, o astro conseguiu sua vaga na decisão com um ippon sobre o coreano Sung-Min Kim em apenas 48s. Toelzer, por sua vez, avançou à final depois de imobilizar o cubano Oscar Brayson e obter seu ippon.

Na disputa do bronze, Brayson enfrentou o russo Alexander Mikhaylin e recebeu um wazari com menos de um minuto. O cubano buscou a reação e empatou o placar quando faltavam 30s para o fim do tempo regulamentar a partir de punições ao adversário. O russo conquistou o bronze a partir do Golden Score após punição ao rival. Na outra disputa, Kim conseguiu ippon a 1min12s do final e superou o iraniano Mohammad Rodaki.

O Brasil encerrou sua participação na competição individual com cinco medalhas, um recorde no número de pódios. Leandro Cunha (-66 kg) e Rafaela Silva (-57 kg) ficaram com a prata, enquanto Sarah Menezes (-48 kg), Mayra Aguiar (-78 kg) e Leandro Guilheiro (-81 kg) conquistaram o bronze.

Riner, de apenas 22 anos, conquistou seu quarto título mundial na categoria acima de 100 kg
Riner, de apenas 22 anos, conquistou seu quarto título mundial na categoria acima de 100 kg
Foto: Reuters

Veja também:

Com seis atletas com Covid-19, Flamengo tem prova de fogo na Liberta em jogo no Equador
Fonte: Terra
publicidade