MMA

publicidade
09 de dezembro de 2012 • 00h42 • atualizado às 01h33

Gustafsson domina Shogun e conquista chance pelo cinturão

O sueco Alexsander Gustafsson dominou Maurício Shogun e não foi ameaçado durante o combate
Foto: AP
 

Apontado como uma das revelações da categoria dos meio-pesados, o sueco Alexander Gustafsson será o próximo desafiante ao cinturão da categoria, atualmente de posse do fenômeno Jon Jones. Na noite deste sábado, no UFC on Fox, em Seattle, nos Estados Unidos, o lutador europeu dominou o brasileiro Maurício Shogun e triunfou por decisão unânime da arbitragem (30/27, 30/27 e 30/26), obtendo a sexta vitória seguida na carreira, a segunda consecutiva sobre o representante nacional - em abril, o atleta escandinavo derrotara Thiago Silva também por escolha dos árbitros.

De acordo com anúncio de Dana White na última quinta, em entrevista de promoção para o evento desta noite, o triunfo coloca Gustafsson como o próximo desafiante ao cinturão. O sueco enfrentará o vencedor do duelo entre o atual detentor do título Jon Jones e o falastrão Chael Sonnen, que protagonizam a nova edição do reality show The Ultimate Fighter e lutarão, em abril de 2013, para definir o campeão da categoria até 93 kg.

Valorizados pelo forte poder na trocação, Shogun e Gustafsson realizaram um primeiro round movimentado. Embora o brasileiro tenha conseguido por muitas vezes encurtar a distância e atingir o rosto do adversário, o sueco foi quem ditou melhor o ritmo de combate, controlando o centro do octógono. A maior envergadura do europeu dificultou as ações do representante nacional, que retornou ao córner com sangramento no nariz, fruto das potentes joelhadas do rival.

O prejuízo da primeira parcial acelerou Shogun no retorno ao combate. Mais agressivo, o brasileiro encaixou golpes no rosto do adversário, que aumentou a movimentação para sair do raio de ação do curitibano. Acuado, Gustafsson apelou para as quedas e diminuiu o ritmo do ex-campeão. O clinch de muay thai na curta distância, com fortes joelhadas, seguiram ferindo Maurício Rua também durante a segunda parcial.

A eficiência do sueco ditou o combate no último round. Enquanto Shogun se manteve agressivo, buscando o nocaute, Gustafsson seguiu atuando estrategicamente e mostrou facilidade para levar o duelo ao solo. O sueco manteve a distância ideal e acertou um belíssimo chute no queixo do brasileiro, que, por pouco não caiu no solo. O golpe apenas serviu para confirmar a segura vitória do europeu.

Henderson ignora provocações, domina Nate Diaz e mantém cinturão
Benson Henderson comprovou o status de campeão no evento principal do UFC on Fox 5, disputado na noite deste sábado, em Seattle, nos Estados Unidos. Com uma atuação consistente e dominante durante todos os cinco rounds de disputa do duelo, Smooth, como é conhecido popularmente, derrotou o falastrão e provocador Nate Diaz por decisão unânime da arbitragem (50/43, 50/45 e 50/45) e manteve o cinturão da categoria dos leves (até 70 kg).

O resultado positivo confirma a segunda defesa de Ben Henderson na divisão, considerada uma das mais equilibradas do Ultimate Fighting Championship. Campeão desde fevereiro do ano passado, Hendo manteve o título pela primeira vez em agosto deste ano, quando superou por decisão dividida da arbitragem Frankie Edgar, agora desafiante do brasileiro José Aldo ao topo da categoria dos penas.

O melhor preparo físico e o estratégia perfeita deram a vitória a Henderson. Apelando para uma grande sequência de chutes baixos, não defendidos por Diaz, o campeão minou a defesa do adversário, que provocou durante todo o combate. Com forte wrestling, o dono do cinturão manteve um ritmo intenso no duelo, dando poucas chances ao polêmico rival.

O melhor momento de Diaz ocorreu durante o terceiro round. Ao conseguir encaixar uma posição favorável para tentar uma chave de calcanhar, o desafiante ficou próximo de conseguir o triunfo, mas não contou com a técnica apurada de defesa do campeão. A tranquilidade e eficiência de Henderson abalaram Nate, que acabou superado durante o principal evento do UFC on Fox 5.

Terra Terra