2 eventos ao vivo
MMA

Sob olhar de Tyson, Glover finaliza; Grant ganha chance por cinturão

26 mai 2013
00h11
atualizado às 01h57
  • separator
  • comentários

Contando com a presença de Mike Tyson no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, o brasileiro Glover Teixeira conseguiu mais uma importante vitória em sua ascendente carreira. Na noite deste sábado, pelo UFC 160, o mineiro finalizou o neozelandês James Te-Huna no primeiro round e garantiu sua quarta vitória no principal torneio de MMA.

Glover Teixeira finalizou James Te-Huna logo no primeiro round e garantiu sua vitória
Glover Teixeira finalizou James Te-Huna logo no primeiro round e garantiu sua vitória
Foto: Getty Images

"O meu trabalho é chegar aqui e finalizar lutas. Acho que fiz bem meu trabalho. Não poderia estar mais feliz, Mike Tyson está aqui. Estou quase chorando", comemorou Teixeira. A lenda do boxe aplaudiu de pé a vitória do brasileiro e fez questão de cumprimentá-lo.

O card principal teve início com confronto entre os americanos Donald Cerrone e KJ Noons, tendo o primeiro amplamente superior. Noons resistiu os três rounds, o que significou apenas um sofrimento maior. No final, os jurados determinaram vitória de Cerrone de forma unânime (30/27, 30/27 e 30/26).

Lendas da luta, Royce Gracie e Mike Tyson compareceram ao UFC 160
Lendas da luta, Royce Gracie e Mike Tyson compareceram ao UFC 160
Foto: Getty Images

A segunda luta não durou muito tempo. Com pouco mais de um minuto de luta, o canadense TJ Grant acertou um belo direto no rosto do americano Gray Maynard, atordoando-o. A partir daí o lutador desferiu uma série de golpes pesados na cabeça do adversário, parando somente com 2min07s de confronto, com o árbitro enfim decretou o nocaute técnico. Com o triunfo, Grant recebeu a chance de enfrentar Benson Henderson pelo cinturão dos leves.

A terceira também foi encerrada logo no primeiro round. Glover Teixeira iniciou a luta contra James Te-Huna aceitando a trocação e fazendo disputa equilibrada com seu adversário, que tem no boxe sua especialidade. A vitória veio quando o brasileiro levou a disputa ao chão e, com 2min38s, o mineiro conseguiu a finalização com uma guilhotina.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade