5 eventos ao vivo
MMA

St-Pierre vence Condit, unifica cinturão e deve enfrentar A. Silva

18 nov 2012
03h45
atualizado às 03h57
  • separator
  • 0
  • comentários

O grande campeão dos pesos meio-médios está de volta. Totalmente recuperado fisicamente, o canadense Georges St-Pierre dominou e venceu a luta contra o americano Carlos Condit, neste sábado, pelo UFC 154. Apoiado pela torcida em casa, ele mostrou agressividade e utilizou seu tradicional ponto forte, a luta no chão, para conquistar a vitória por decisão unânime dos juízes. Com este resultado, St-Pierre unificou o cinturão da categoria e está credenciado para enfrentar o brasileiro Anderson Silva, campeão dos médios, em uma luta de peso unificado que deve acontecer em maio.

St-Pierre acertou uma cotovelada no primeiro round e fez Condit sangrar durante toda a luta
St-Pierre acertou uma cotovelada no primeiro round e fez Condit sangrar durante toda a luta
Foto: Getty Images

Campeão absoluto dos meio-médios, Georges St-Pierre ficou 19 meses parado por causa de uma contusão e abriu espaço para um cinturão interino - Condit o conquistou após vencer Nick Diaz e se tornou o principal desafiante da categoria. Mas neste sábado o americano praticamente não teve chances, já que no máximo acertou um chute certeiro em seu adversário. Agora St-Pierre acumula dez defesas de título e não tem mais adversários em sua categoria. Por isso deve fazer essa luta especial com o também campeão Anderson Silva, apesar de ter despistado no octógno.

"É precoce falar disso agora. Eu estava focado no Condit e agora preciso parar para pensar aonde quero ir com minha carreira. Quero fazer mais coisas grandes para mim, para o UFC e para fãs. Mas vou falar com meu agente, com meu treinador e vou ver o que vai acontecer", respondeu ele, ao ser questionado se realmente vai enfrentar Anderson Silva em breve. Na entrevista ele também exaltou Condit e disse que esta foi sua luta mais difícil da carreira.

Mas na verdade, com forte apoio do público, St-Pierre tomou conta da luta logo no início e derrubou Carlos Condit após um minuto e meio. Por cima, o canadense desferiu golpes e até tentou finalizações, sem dar chances para o adversário. Nos segundos finais o lutador da casa ainda acertou uma cotovelada e abriu um corte em Condit, que começou a jorrar sangue pouco antes do round acabar.

Mais agressivo que o normal, St-Pierre continuou a dominar o combate no segundo assalto, mesmo com a luta em pé. Condit apostou em chutes para aproveitar a maior envergadura, mas fracassou na maioria das tentativas e foi levado para o chão mais uma vez. Por cima, o canadense de novo emendou boa sequência de socos e deixou seu adversário ainda mais ensanguentado.

No terceiro round surgiu uma reviravolta: Condit enfim acertou um chute em St-Pierre, que caiu no octógono, ficou por baixo durante quase um minuto, mas rapidamente reagiu. Conseguiu ficar por cima novamente e se esforçou para dar a resposta, mas dessa vez com menos contundência. 

Mesmo mais ferido, St-Pierre fez a luta voltar ao normal no quarto assalto: derrubou o adversário, ficou por cima e desferiu golpes certeiros. Condit tentou reagir com cotoveladas e finalizações e até ficou por cima durante cerca de trinta segundos, mas o canadense soube se defender com perfeição.

Por fim, no quinto round, Condit teve que partir para o ataque, já que sua única chance seria conseguir um nocaute. Mas St-Pierre estava alerta, soube se defender e também contra-atacar. Mais uma vez ele derrubou o adversário e ficou por cima, inclusive criando chances de finalização. Mas a luta foi mesmo para a decisão dos juízes, que não poderiam decretar outro vencedor, se não o grande campeão dos pesos meio-médios.

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade