1 evento ao vivo

UFC 166: Velásquez volta a dominar Cigano e mantém cinturão dos pesados

20 out 2013
02h40
atualizado em 4/12/2013 às 22h45
  • separator
  • 0
  • comentários

Cain Velásquez é certamente o melhor peso pesado da atualidade. Ao dominar e nocautear Junior Cigano mais uma vez, na madrugada deste domingo, ele conquistou esse posto, encerrou uma trilogia histórica e ficou com o cinturão do UFC. O combate aconteceu em Houston, no Texas, onde a maioria da torcida era pelo americano de ascendência mexicana, o que gerou muitas vaias a Cigano desde o início. O brasileiro praticamente não conseguiu lutar, foi nocauteado no quinto round e perdeu pela segunda vez a chance de recuperar o título que já foi dele.

Mesmo antes da luta começar, os dois atletas se encostaram, já que Junior Cigano foi para o meio do octógono quando foi apresentado por Bruce Buffer e então Cain o encarou de perto.

Quando enfim o combate iniciou, o americano se aproximou para tentar derrubar o brasileiro diversas vezes e só teve sucesso após mais de dois minutos. Cigano não conseguiu escapar e ainda terminou o round preso na grade.

O segundo assalto continuou no mesmo ritmo, já que Cain estava disposto a segurar o ímpeto inicial do brasileiro, sempre prendendo-o na grade e acertando joelhadas. Só no final Cigano conseguiu abalar o americano com uma cotovelada, mas então o gongo soou.

Velásquez segue como o campeão dos pesados do UFC
Velásquez segue como o campeão dos pesados do UFC
Foto: Getty Images

No terceiro round Cigano tentou baixar a guarda para pegar Cain desprevenido, mas não teve sucesso com isso - voltou a ficar preso na grade. Quando enfim conseguiu levar a luta para o meio do octógono, quase foi nocauteado: um soco certeiro com a direita de Cain derrubou Cigano, que ficou atordoado e sofreu para resistir até o final do round.

O quarto assalto foi uma repetição de algo que se viu bastante na segunda luta entre os dois: Cigano claramente atordoado, sofrendo mais e mais golpes, mas diante de um Cain que não conseguia encerrar a luta.

Com socos e joelhadas, Cain conseguiu pelo menos aumentar os ferimentos no rosto de Cigano, o que causou a interrupção da luta pelo juiz. O sangue foi tirado do rosto do brasileiro, mas ele continuou a ser massacrado, já que seus contragolpes tinham pouca eficiência.

Velásquez conseguiu sua vitória por nocaute técnico no quinto round
Velásquez conseguiu sua vitória por nocaute técnico no quinto round
Foto: Getty Images

Antes do quinto e último round, Cigano precisou ser avaliado por médicos, mas foi aprovado. Apesar de ter sofrido duros golpes no início, Cain conseguiu impor seu jogo mais uma vez e prendeu o brasileiro na grade para assegurar a vitória. Até que Cigano caiu de joelhos no octógono e o juiz teve que decretar o nocaute técnico.

Essa foi a segunda derrota seguida de Cigano para Cain. Ele vinha de vitória sobre Mark Hunt, mas sucumbiu novamente para o campeão, que em breve deve enfrentar outro brasileiro - Fabricio Werdum é o favorito para disputar o título em 2014.

*O repórter viajou a convite do UFC.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade