publicidade
18 de maio de 2013 • 23h50 • atualizado em 04 de Dezembro de 2013 às 10h29

Vitor Belfort nocauteia americano com chute impressionante no UFC de SC

  • Allan Brito
    Direto de Jaraguá do Sul (SC)
 

Vitor Belfort mostrou neste sábado que realmente está em uma grande fase na carreira. Apesar de todas críticas e controvérsias que recaem sobre seus ombros, ele conseguiu mais uma vitória importante no Ultimate Fighting Championship (UFC), neste sábado: venceu o americano Luke Rockhold, ex-campeão do Strikeforce, por nocaute técnico. O golpe fatal foi um chute giratório que impressionou o público na Arena Jaraguá, em Santa Catarina.

Belfort entrou no octógono sob muito apoio da torcida, que já estava empolgada pela grande quantidade de vitórias brasileiras no card. Os tradicionais gritos de "vai morrer" também apareceram antes e depois de a luta começar. Um escorregão de Luke também divertiu a torcida logo aos 10s. 

Quando eles passaram a se enfrentar de fato, o americano adotou uma estratégia ousada demais para enfrentar um boxeador nato como Vitor Belfort, já que baixou a guarda e aceitou a luta em pé. Por isso o brasileiro partiu para cima e primeiro emendou uma sequência de socos que abalaram a confiança do adversário.

Depois veio o golpe fatal: Vitor Belfort fez uma finta e acertou um chute giratório em Luke Rockhold, que caiu imediatamente e ainda recebeu seis socos antes de o juiz interromper o combate e decretar o nocaute técnico, para festa da torcida. Belfort levantou uma bandeira do Brasil, subiu na grade e fez toda a festa no octógono.

Foi a segunda vitória consecutiva de Belfort entre os pesos médios (até 84,4 kg), categoria na qual ele já está no segundo lugar, atrás apenas de Cris Weidman (Anderson Silva, como campeão, não entra na lista). Ou seja, Vitor está cada vez mais perto de fazer uma revanche contra o Spider, mas deve ter que esperar até o dia 6 de julho, quando Chris Weidman tentará buscar o título da categoria.

O repórter viajou a Jaraguá do Sul a convite da organização

Terra