0

Perto de "sonho" no UFC, Pezão muda estratégia e aposta em agilidade

17 mai 2012
16h20

O Ultimate Fighting Championship pode estar prestes a ganhar uma nova estrela brasileira na divisão dos pesados, cujo cinturão tem Júnior "Cigano" dos Santos como dono. Credenciado por vitórias no Strikeforce sobre grandes nomes como Fabrício Werdum e Fedor Emelianenko, o paraibano Antônio "Pezão" Silva fará sua estreia no principal evento de MMA diante do ex-campeão Cain Velasquez, e classificou o momento como o "sonho" de sua carreira.

» Confira a história de cada combate presente na nova abertura do UFC

"É um sonho realizado. O sonho de todo atleta é estar no melhor evento e poder enfrentar os melhores do mundo, e agora vou estrear no UFC. Todos podem ter certeza de que vou fazer uma grande luta", prometeu Pezão, que enfrenta Velasquez em 26 de maio, no UFC 146, cuja luta principal é entre Cigano e o desafiante Frank Mir.

Para vencer Cain Velasquez, excelente wrestler e um dos mais rápidos pesos pesados do UFC, o brasileiro resolveu mudar de estratégia. Famoso pelo tamanho intimidador (1,93 m e 120 kg), Pezão vai mais leve para o combate, apesar de admitir que sua principal virtude ainda é a força física.

"Procurei melhorar minha parte de velocidade, já que o Cain é muito rápido. Ele tem dois grandes pontos a favor dele, a velocidae e o wrestling e eu tenho dois grandes pontos a favor: minha força e meu jiu-jitsu. Mas procurei estar mais leve para me movimentar melhor dentro do 'cage' (octógono)", explicou, dizendo-se honrado por enfrentar um ex-campeão logo na estreia no UFC.

"Estou muito relaxado, tranquilo e bem treinado. É uma oportunidade que o UFC está me dando, de já na primeira luta enfrentar um grande atleta, segundo melhor ranqueado e ex-campeão. Ele é o grande favorito e eu me sinto bem nessa situação, sem responsabilidade nenhuma. Só quero ir lá e fazer uma boa luta", disse Pezão.

Nocauteado por Cigano no primeiro round em novembro de 2011, após ficar mais de um ano sem lutar, Velasquez vai voltar ao octógono justamente diante de outro brasileiro. E o americano foi só elogios a Pezão, a quem apontou como um adversário bastante duro.

"Pezão é um cara grande, tem muita força e faz tudo muito bem. Em pé, no chão, socos, chutes, joelhadas. É um cara que pode te machucar de qualquer lugar", discursou o californiano de ascendência mexicana.

Pezão chega ao UFC credenciado por grandes lutas no Strikeforce, como a vitória sobre Fedor Emelianenko (foto)
Pezão chega ao UFC credenciado por grandes lutas no Strikeforce, como a vitória sobre Fedor Emelianenko (foto)
Foto: AP
Fonte: Terra
publicidade