Lutas

publicidade
04 de agosto de 2012 • 23h10 • atualizado às 01h29

Shogun domina luta, mostra cansaço, mas nocauteia no 4º round

Exausto, Shogun conseguiu nocautear Brandon Vera e entra na luta por revanche com Jon Jones
Foto: Getty Images
 

Na luta mais aguardada do card principal do UFC on Fox deste sábado, o brasileiro Maurício Shogun superou o cansaço e momentos complicados para derrotar Brandon Vera por nocaute técnico, com 4min09s do quarto round, no Ginásio Staples Center, em Los Angeles.

Apesar da vitória deste sábado, Shogun não foi escolhido por Dana White e perdeu para o compatriota Lyoto Machida a chance de desafiar o vencedor do cinturão dos peso meio pesados. O atual campeão Jon Jones colocará o título em disputa contra pela quarta vez contra Dan Henderson, no UFC 151, em Las Vegas, no dia 1º de setembro.

"Obrigado, estou muito feliz por ter ganhado a luta. Ele é um ótimo lutador, forte e eu não consegui dar o melhor de mim, mas vou conseguir dar o melhor no futuro. com todo respeito ao Brandon, eu não dei o meu melhor e vamos ver no futuro. Cansei um pouco e não devia", afirmou Shogun, depois de ser considerado o vencedor do combate.

Com o resultado desta noite, Maurício "Shogun" Rua, 30 anos, mantém a sequência intercalada de vitórias e derrotas desde o triunfo sobre Chuck Lidell, no UFC 97, em abril de 2009. Após isso, ele perdeu e ganhou de Lyoto Machida, foi derrotado e perdeu o cinturão para Jon Jones, voltou a vencer contra Forrest Griffin, mas teve novo revés contra Dan Henderson na última luta, em novembro do ano passado pelo UFC 139.

O experiente Brandon Vera, 34 anos, tem resultados medianos desde que entrou para a categoria meio pesados. São quatro vitórias e a agora quatro derrotas - a decisão do revés para Thiago Silva foi revogada após polêmica com o exame de urina do brasileiro. A derrota neste sábado impede de desafiar o atual campeão e disputar o cinturão pela primeira vez no UFC.

A vitória de Maurício Shogun sobre Brandon Vera por nocaute técnico encerrou a noite perfeita para os brasileiros na Califórnia. Na luta anterior, Lyoto Machida também nocauteou Ryan Bader no segundo assalto. Pelo card preliminar, Rani Yahya ganhou de Josh Grispi por finalização. A única decepção ficou por conta de Wagner Caldeirão. Estreante em UFC, o campineiro levou uma dedada no olho e o combate com o oponente Phil Davis foi "no contest", sem nenhum vencedor declarado.

A luta

Brandon Vera começou a iniciativa do combate e tentou golpes com a perna desde os primeiros segundos. Mas quando tentou uma joelhada, o brasileiro se defendeu bem e levou a luta para o chão. Shogun tentou montar para finalizar no ground and pound, mas o rival conseguiu se recuperar na luta e encaixou o estrangulamento. Desta vez, o lutador nacional conseguiu se recuperar e arriscou alguns golpes.

Para o segundo assalto, Shogun tomou iniciativa desta vez e atingiu o adversário com um chute. O americano sentiu o golpe e Maurício buscou encurralá-lo em dos cantos do octógono. Assim como aconteceu no round inicial, Brandon Vera se recuperou e acertou um golpes no brasileiro. Muito cansado, o atleta nacional buscou montar em cima do rival e aplicou algumas joelhadas.

Os golpes do brasileiro também cansaram Brandon Vera e o ritmo nos dois minutos finais caiu muito de ritmo. O americano levou para o chão e ficou por cima, mas em vez de ir para o ground and pound, preferiu arriscar joelhadas para machucar Shogun. E quando partiu para o ataque, ele foi tarde demais, pois o gongo soou para o final do segundo round no Staples Center.

Demonstrando melhor preparo físico, o lutador estrangeiro tentou definir nos segundos iniciais, mas também não demonstrou gás para buscar o nocaute do rival. O ritmo voltou a cair no duelo principal da noite até Vera acertar duas joelhadas no brasileiro, que soube se defender e levar o embate para o chão para evitar mais golpes do experiente adversário.

Os lutadores demonstraram exaustão no quarto round e pouco trocaram golpes. Assim, o público em Los Angeles passou a vaiar o embate. Mesmo assim, Shogun superou o cansaço, conseguiu derrubar Brandon Vera com um soco e partiu para o nocaute com o adversário caído no chão para sair vencedor da luta final do card principal da noite deste sábado.

Terra Terra