1 evento ao vivo

UFC frustra sonho e confirma Aldo e estrelas brasileiras no Canadá

7 mai 2012
16h32
atualizado às 18h30

Sem a esperada luta entre Anderson Silva e Chael Sonnen, o Brasil também não poderá contar com a presença do campeão da categoria dos penas do Ultimate Fighting Championship, José Aldo, na próxima edição do evento de lutas em solo nacional. Nesta segunda-feira, o UFC confirmou que a próxima defesa de cinturão do lutador manauara será no dia 21 de julho, em Calgary, no Canadá, diante de Erik Koch.

A presença de José Aldo na próxima edição brasileira do UFC surgiu depois da transferência do combate entre Anderson e Sonnen para Las Vegas, em 7 de julho. Sem um duelo principal e dependendo somente da esperada revanche entre Vitor Belfort e Wanderlei Silva, a organização comandada por Dana White poderia realocar o manauara para protagonizar a próxima noite da marca no País.

Entretanto, nesta segunda-feira, a esperança de Aldo novamente defender o cinturão em frente ao público brasileiro cessou - o atleta amazonense manteve o título pela última vez ao bater Chad Mendes, no UFC 142, em 14 de janeiro deste ano, no Rio de Janeiro. A presença do campeão dos pesos penas no card do UFC 149 reforça o time nacional dentro do evento canadense, que contará ainda com mais duas estrelas do MMA nacional, e dois atletas que buscam novamente as manchetes.

O co-main event da noite envolverá o duelo entre os meio-pesados Maurício "Shogun" Rua, ex-campeão da divisão, e Thiago Silva. O curitibano, depois de perder o cinturão para o fenômeno Jon Jones, chegará para o duelo embalado por duas grandes atuações. Diante de Forrest Griffin, no UFC 134, no Rio de Janeiro, o brasileiro nocauteou. Já contra Dan Henderson, no UFC 140, saiu derrotado, em um combate épico.

Em contrapartida a Shogun, que continua em alta na divisão dos meio-pesados, Thiago Silva busca recuperar o status que carregava antes de permanecer suspenso por um ano, consequência da adulteração de um exame antidoping. O brasileiro retornou ao octógono em 14 de abril, quando acabou derrotado pela sensação sueca Alexander Gustafsson.

Ainda no card principal, mais dois brasileiros buscarão a reabilitação dentro do principal evento de lutas do planeta. Pelos pesados, o veterano Antonio "Rodrigo" Minotauro Nogueira, recuperado de uma operação no braço (consequência da kmiura aplicada por Frank Mir, em dezembro do ano passado), encarará outro atleta experiente: o francês Cheick Kongo.

Já o meio-médio Tiago Alves, derrotado pelo dinamarquês Martin Kampmann em 3 de março deste ano, terá pela frente o japonês Yoshihiro Akiyama, especialista em judô e que precisará da vitória sobre o brasileiro para evitar uma possível demissão da organização gerenciada pela Zuffa.

José Aldo retorna ao octógono depois da vitória no Rio de Janeiro
José Aldo retorna ao octógono depois da vitória no Rio de Janeiro
Foto: Reinaldo Marques / Terra
Fonte: Terra
publicidade