Lutas

publicidade
16 de maio de 2012 • 00h02 • atualizado às 08h45

Zumbi Coreano dá show, finaliza Poirier e espera por José Aldo

Jung Chan-Sung deve enfrentar o brasileiro José Aldo pelo título dos penas
Foto: UFC / Divulgação
 

Chan Sung Jung se colocou na noite desta terça-feira entre os principais lutadores dos pesos penas do Ultimate Fighting Championship. Apresentando um verdadeiro show, tanto no jogo em pé quanto no solo, para o público no Patriot Center, em Virginia, nos Estados Unidos, o "Zumbi Coreano", como é apelidado, massacrou a revelação americana Dustin Poirier e finalizou o adversário no quarto round do combate, agendado como o main-event do UFC on Fuel TV: The Korean Zombie vs Poirier.

» Confira a história de cada combate presente na nova abertura do UFC

A atuação, extremamente elogiada pelo presidente Dana White no Twitter (pela primeira vez, desde a compra do UFC pela Zuffa, o dirigente não acompanhou o evento ao vivo), credencia o Zumbi Coreano a ser o próximo desafiante da categoria dos penas, na qual atualmente o brasileiro José Aldo é o dono do cinturão. O atleta manauara tentará defender o cinturão da divisão diante do americano Erik Koch no próximo dia 21 de julho, no UFC 149, em Calgary, no Canadá.

A promessa de um combate movimentado, especialmente no solo, foi correspondido pelos dois atletas no primeiro round. Depois de um princípio de trocação, Jung conseguiu uma belíssima queda, dominando a posição no chão. Com um ótimo trabalho de ground and pound, o sul-coreano abriu um ferimento na cabeça do americano, conseguindo encaixas uma sequências de cotoveladas sobre o rival.

Acuado, Poirier, também habilidoso no solo, conseguiu sair do sufoco por intermédio de uma inversão. Entretanto, na posição de domínio, o americano não conseguiu apresentar a mesma eficiência. Com o semblante tranquilo, o sul-coreano suportou a pressão e garantiu a vantagem no primeiro round do principal combate da noite.

Já dominante no início, o Zumbi Coreano partiu para uma verdadeira exibição no segundo round. Com um show de quedas, Jung minou Poirier e apresentou uma variedade impressionante de posições no solo. Eficiente, o asiático variou tentativas de finalizações com um forte trabalho de ground and pound, em atuação que empolgou o público em Virginia.

A grande versatilidade do asiático acabou mais nítida no terceiro round. Bem na trocação, da mesma forma que no solo, Jung acertou contundentes golpes e diminuiu ainda mais o moral de Poirier no octógono. O americano, diante de um verdadeiro show do adversário, focou apenas em segurar o adversário para prolongar o combate.

No quarto round, entretanto, Chan Sung Jung tratou de acabar com o combate. Com um forte direto de direita, o Zumbi Coreano deixou o adversário tonto e obteve a deixa necessária para encerrar o duelo desta terça-feira. Novamente no chão, o lutador asiático aplicou um triângulo de mão, aos 1min07s da parcial, e sacramentou o resultado positivo, se credenciado para ser o próximo desafiante ao cinturão dos penas.

Enquanto o duelo principal entre Jung e Poirier primou pela extrema qualidade técnica, o co-main event da noite acabou sendo morno. O americano Amir Sadollah, principal alvo do apoio da torcida da Virginia, superou o compatriota Jorge Lopez, pupilo de Wanderlei Silva, por decisão dividida da arbitragem (29/28, 28/29 e 29/28), em confronto pela categoria dos meio-médios.

Terra