Mundial de Futsal 2008

› Esportes › Mais Esportes › Mundial de Futsal › Mundial de Futsal 2008

Mundial de Futsal 2008

Domingo, 12 de outubro de 2008, 14h08 Atualizada às 20h27

Rússia marca no último segundo e vence o Paraguai

Em um jogo de muitas alternativas, com as equipes se alternando na liderança do placar, a Rússia marcou no último segundo e venceu o Paraguai por 5 a 4, neste domingo, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasilía, pela segunda rodada do Grupo F da Copa do Mundo de Futsal.

» Veja fotos da rodada
» Irã vence e disputa vaga na semi contra Itália
» Confira a tabela e a classificação
» Veja os artilheiros

Os russos chegaram a abrir vantagem no primeiro tempo, mas levaram a virada da seleção guarani no segundo. Mesmo assim, conseguiram reassumir a frente do placar com um gol no último segundo, permanecendo vivos na competição e conquistando seus primeiros pontos na chave. O Paraguai, porém, não pode dizer o mesmo, já que soma um ponto e tem poucas chances de classificação para as semifinais, precisando de uma combinação de resultados para avançar.

Os russos abriram o placar aos 8min do primeiro tempo com Pula, brasileiro naturalizado, que arriscou de longe e contou com a colaboração do goleiro Carlos Espínola para fazer 1 a 0. Dez minutos depois, a Rússia ainda ampliou o placar com Vladislav Shayakhmetov, que converteu o tiro livre sofrido por sua equipe e deu a impressão de uma possível vitória tranqüila. No segundo tempo, os paraguaios fizeram o segundo gol e colocaram fogo no jogo. Logo aos 3min, Fabio Alcaraz recebeu a bola na direita e, mesmo marcado por Shayakhmetov, conseguiu acertar o chute de direita para vencer o goleiro Pavel Stepanov. O próprio Alcaraz ainda virou o jogo pela primeira vez aos 13min, escorando o chute de René Villalba pela direita. Os russos, porém, conseguiram mais um empate segundos depois, em tiro livre convertido por Pula. De quebra, o o jogador ainda devolveu a virada aos 15min, batendo de pé esquerdo da entrada da área e marcando o quarto gol da seleção comandada pelo técnico Oleg Ivanov. Faltando dois minutos para o final do jogo, o goleiro-linha Espínola errou em uma saída de bola e entregou a bola para Damir Khamadiev, que não aproveitou o contra-ataque ao chutar com o gol aberto e acertar a trave.

Como não fez, a Rússia acabou castigada pelo terceiro gol de Alcaraz, que acertou um bonito chute cruzado da direita e voltou a empatar o jogo para o Paraguai.

Os russos, porém, marcaram no último segundo da partida, em uma bola roubada por Pula na linha de fundo, que rolou para Vladislav Shayakhmetov, só empurrar para o fundo da rede. Os paraguaios, porém, reclamaram de uma falta que não foi marcada na origem do lance, de um puxão sofrido por Carlos Chilavert. No último lance do jogo, o árbitro norte-americano Jason Krnac ainda deixou de marcar uma falta para o Paraguai no ataque, preferindo encerrar o jogo. Inconformados, os sul-americanos cercaram Krnac no final da partida, e precisaram ser contidos por seguranças na saída da quadra. Com o resultado, os russos assumiram a vice-lederança da chave, com três pontos, e precisam apenas de um empate contra a Argentina, na próxima terça-feira, no Ginásio do Maracanãzinho, às 12h30 (de Brasília), para garantir vaga na semifinal.

Já os paraguaios se complicaram na competição e precisam torcer por um tropeço da Rússia e vencer sua partida contra os classificados espanhóis, também na terça, mas no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

Redação Terra

Reuters
Pula comanda vitória russa no último segundo
Pula comanda vitória russa no último segundo

Busque outras notícias no Terra