Mundial de Futsal 2008

› Esportes › Mais Esportes › Mundial de Futsal › Mundial de Futsal 2008

Mundial de Futsal 2008

Domingo, 19 de outubro de 2008, 12h45 Atualizada às 17h12

Brasil sofre, mas se vinga e é hexa

A Seleção Brasileira passou um sufoco no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, neste domingo, mas conseguiu conquistar o título do Mundial de Futsal pela sexta vez na história ao bater a rival Espanha nos pênaltis, após um 2 a 2 no tempo normal, vingando-se das derrotas nas duas últimas edições da competição.

» Veja fotos da campanha da Seleção
» Falcão é eleito o melhor do Mundial
» Comente a vitória brasileira

Os espanhóis foram responsáveis por tirar o título brasileiro em 2000, na Guatemala, e eliminar os atuais mandantes da competição na semifinal da última edição, em Taiwan 2004. Em 1996, o Brasil levou a melhor na final contra os espanhóis, em Barcelona.

Além dos títulos de 96 e de 2008, o Brasil já havia sido campeão mundial em 1982, 1985, 1989 e 1992.

A Espanha, assim como o Brasil, chegou invicta à final, mas com dois empates entre os oito jogos realizados. Os brasileiros permaneceram com 100% de aproveitamento. Os espanhóis, além de bicampeões mundiais, também conquistaram o último Campeonato Europeu, em 2007, em Portugal.

Na primeira etapa, o Brasil foi superior. Jogando em casa, o time comandado por PC de Oliveira tomou iniciativa e pressionou, mas não conseguiu balançar as redes espanholas no Maracanãzinho graças ao camisa 1 Luis Amado.

O arqueiro europeu foi o verdadeiro herói da Espanha na partida e evitou até uma goleada brasileira na decisão disputada no Rio de Janeiro. Já Tiago, goleiro brasileiro, não trabalhou tanto na primeira etapa, mas evitou que os espanhóis abrissem o marcador.

A segunda etapa começou com os brasileiros trabalhando mais a bola, até que, aos 5min, Marquinho tirou o primeiro zero do placar. O jogador cobrou escanteio direto para o gol, a bola desviou em Borja e entrou no gol de Amado.

Mas três minutos mais tarde, para calar o Maracanãzinho, Marcelo deixou tudo igual. O brasileiro naturalizado espanhol recebeu passe de Torras e chutou forte sem chances para o goleiro Tiago.

O craque Falcão não fazia uma grande partida, já que sentiu uma lesão no joelho. O camisa 12 se esforçou dentro de quadra, mas não suportou as dores e foi substituído.

A três minutos do fim do jogo, a Seleção pressionava e, depois de duas defesas seguidas de Amado, Ari conseguiu ajeitar para Vinícius, que arrematou forte e desempatou para explodir o Maracanãzinho.

Mas a Espanha não se intimidou e voltou a igualar o placar aos 19min. Alvaro recebeu da esquerda na segunda trave, Gabriel tentou cortar, mas a bola morreu no fundo das redes do goleiro Tiago, levando a decisão para a prorrogação.

A igualdade no placar persistiu na prorrogação e o campeão mundial foi conhecido somente nos pênaltis. Marquinho, Wilde, Ciço e Lenísio marcaram nos pênaltis, mas Ari desperdiçou. Mesmo assim, Franklin, que entrou no lugar de Tiago só para os penais, defendeu as cobranças de Torras e Marcelo e levou o Brasil ao hexa.

Redação Terra

AFP
Seleção faz festa após conquistar título do Mundial no Maracanãzinho
Seleção faz festa após conquistar título do Mundial no Maracanãzinho

Enquete

  • Quem foi o destaque do Brasil no Mundial de Futsal?
  • Falcão
  • Lenísio
  • Schumacher
  • Tiago
  • Outro
  • Busque outras notícias no Terra