1 evento ao vivo

Medina vence Slater e é campeão da etapa taitiana do WCT

26 ago 2014
08h51
atualizado às 10h18
  • separator
  • 0
  • comentários

O surfista Gabriel Medina está próximo de se tornar o primeiro brasileiro campeão mundial de surfe. Isso, porque ele conquistou a etapa do Taiti, no tenebroso mar de Teahupoo, válida pelo World Championship Tour (WCT), e manteve a liderança do ranking, nesta terça-feira. Na grande decisão, Medina venceu, por uma diferença de três décimos, o lendário Kelly Slater, 11 vezes campeão do mundo. Saiba tudo sobre a competição!

Medina entuba em Teahupoo; vitória espetacular e título encaminhado
Medina entuba em Teahupoo; vitória espetacular e título encaminhado
Foto: GREGORY BOISSY / AFP

Medina conseguiu uma boa sequência de tubos, obrigando o norte-americano a tirar uma nota de 9.33, em sua última tentativa, para empatar o confronto. Os jurados deram 9.30 para Slatter, fato que garantiu a vitória do brasileiro.

Emocionado, Medina exaltou os competidores, a praia e o triunfo sobre uma ‘lenda do surfe’: "Eu realmente não sei o que dizer, só que foi um dia muito especial, inesquecível para mim. Eu me sinto abençoado por estar aqui surfando com todos esses caras incríveis nestas condições perfeitas em Teahupoo. Este campeonato é muito especial e estou muito feliz pela vitória. O Kelly (Slater) é uma lenda do surfe e é a melhor sensação do mundo poder ganhar dele. As ondas estavam grandes, com tubos perfeitos e ser campeão aqui é um sentimento indescritível. Eu amo surfar e essas ondas são sensacionais".

O Mundial de surfe é composto por sete etapas, sendo esta a terceira vencida por Medina. A próxima será realizada em San Clemente, na Califórnia, e começa no dia nove de setembro.

Veja como ficou o grupo dos cinco melhores no ranking mundial, após a vitória de Medina no Taiti:

1º: Gabriel Medina (BRA) - 46.150
2º: Kelly Slatter (EUA) - 38.350
3º: Joel Parkinson (AUS) - 36.150
4º: Michel Bourez (FRA) - 34.500
5º: Mick Fanning (AUS) - 34.400

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade