0

Mineirinho dá show na Austrália e ganha 1ª etapa como corintiano

1 abr 2013
21h58
atualizado às 22h11
  • separator
  • comentários

O brasileiro Adriano de Souza finalmente pôde tocar um dos sinos mais desejados pelos surfistas que competem no World Championship Tour (WCT), a divisão de elite do surfe mundial. Pela primeira vez na carreira, o paulista de 26 anos venceu a segunda etapa do circuito, em Bells Beach, na Austrália, e balançou o sino dado ao vencedor, cena tradicional da competição.

Mineirinho, como o brasileiro é mais conhecido no mundo do surfe, entrou no mar três vezes na manhã desta terça-feira na Austrália (noite de segunda-feira no Brasil). Nas quartas de final, ele venceu na última onda o australiano Mick Fanning - campeão no ano passado em Bells Beach - por 14,33 pontos a 13,76. Na fase seguinte, o brasileiro despachou o sul-africano Jordy Smith em bateria acirrada, definida por apenas quatro centésimos de diferença: 18,44 a 18,40.

Na final, Mineirinho teve pela frente o americano Nat Young. Chegar à decisão já era por si só um bom resultado para ambos, que foram mal na primeira etapa, em Gold Coast (Austrália) - o brasileiro ficou em 25º lugar, e Young terminou em 13º. O brasileiro ficou na frente em toda bateria e derrotou o americano por 16,26 a 15,83.

<a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/iframe-site-lista-100-conquistas-mais-sexies/iframe.htm" href="http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/iframe-site-lista-100-conquistas-mais-sexies/iframe.htm">veja o infográfico</a>

A liderança do ranking continua nas mãos do americano Kelly Slater, com 11.750 pontos. Mineirinho subiu a quarta colocação com 10.500, e fica atrás dos australianos Taj Burrow e Mick Fanning, vice-líderes com 11.700.

A próxima etapa do WCT não poderia ser melhor para Mineirinho, atleta do Corinthians desde o começo do ano. Ele surfará no Brasil, mais precisamente no Rio de Janeiro, a partir do dia 8 de maio.

Fonte: Lancepress! Lancepress!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade