0

Motocross: líderes do mundial dominam baterias do GP Brasil em SC

19 mai 2013
15h55
atualizado às 15h56
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Antonio Cairoli sobrou na disputa da MX1 e venceu com 3s de vantagem</p>
Antonio Cairoli sobrou na disputa da MX1 e venceu com 3s de vantagem
Foto: Fabrício Escandiuzzi / Especial para Terra

Os líderes do Campeonato Mundial de Motocross dominaram a primeira bateria das categorias MX1 e MX2 durante o Honda GP Brasil, realizado neste domingo em Penha, no litoral norte de Santa Catarina.

Na MX1, o campeão mundial Antonio Cairoli não encontrou maiores dificuldades. Ele assumiu a ponta logo no início da prova e chegou a abrir nove segundos de vantagem para o segundo colocado. No final, o líder da temporada aliviou e venceu com três segundos de diferença.

O alemão Maximilliam Nagl chegou em segundo, à frente do belga Clement Desalle e do vice-líder da temporada, o francês Paulin Gautier. Antônio Balbi, que ficou na 15ª colocação, foi o melhor brasileiro na prova.

Com o resultado, Cairoli mantém um desempenho impressionante na MX1. São sete vitórias em treze baterias disputadas até agora na temporada.

Na MX2, categoria das motos de 250 cilindradas, uma dobradinha holandesa. O piloto Jeffrey Herlings deu um verdadeiro show. O líder do mundial largou mal no início da prova e precisou suar para garantir a vitória. Glenn Coldenhoff chegou em segundo, e o britânico jake Nicholls ficou em terceiro.

Ainda neste domingo, os melhores das duas categorias vão realizar a chamada superprova na arena montada no Parque Beto Carrero. É uma inovação do campeonato de motocross para a temporada 2013: a mistura de pilotos de MX1 e MX2 para a grande prova final.

O repórter viajou a convite da Vipcomm

Veja também:

Final do Paulistão e início do Brasileiro são os destaques do fim de semana
Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade