0

Auxiliar no Náutico, Kuki crê em disciplina de Gallo na Seleção

29 jan 2013
21h22
atualizado às 22h29
  • separator
  • comentários

A campanha vexatória da Seleção Brasileira Sub-20 no Sul-americano da categoria foi atribuída por integrantes do elenco à falta de comprometimento de alguns atletas. Por isso, a fama de disciplinador do novo treinador da equipe, Alexandre Gallo, pode ter sido preponderante para a decisão da CBF na escolha do nome.

O ex-atacante Kuki, que é auxiliar do Náutico e trabalhou diretamente com o novo comandante do time canarinho Sub-20, acredita no sucesso do estilo do treinador à frente dos garotos.

"Tudo na vida tem de ter disciplina. Não existe time vencedor sem disciplina e acho que ele vai implantar sua filosofia lá. O professor vai chegar e saber detectar onde estão os problemas, para fazer um bom trabalho. Às vezes, infelizmente, o jogador chega lá e pensa que já está no auge, mas precisa evoluir ainda", declarou o ex-atleta.Depois da demissão de Emerson Ávila, Alexandre Gallo foi anunciado nesta terça-feira como novo treinador da Seleção Sub-20 e, com isso, será desligado de sua atual equipe, o Náutico. A notícia surpreendeu até mesmo seu auxiliar no Timbu (o mais cotado para o cargo da CBF era o treinador do Bahia, Jorginho).

"Pegou todo mundo de surpresa, ficamos sabendo depois do treino. Mas vamos torcer por ele, para que faça um ótimo trabalho, assim como fez no Náutico", completou Kuki, em entrevista por telefone à GE.net.

O ex-atacante se considera "um funcionário da casa" no clube pernambucano e, por isso, seguirá em sua função como auxiliar, descartando também a hipótese de virar treinador neste momento. "Não tem isso, não", afirmou, entre risos.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade