1 evento ao vivo

Com polêmica e protestos, Sport vence Náutico e segue 100%

8 fev 2015
21h41
atualizado em 9/2/2015 às 10h32
  • separator
  • 0
  • comentários

Em uma partida marcada por protestos e polêmicas de arbitragem, o Sport venceu o Náutico por 1 a 0 na Arena Pernambuco, neste domingo, e segue 100% no Campeonato Pernambucano. Samuel marcou o gol solitário ainda no primeiro tempo, em um lance que gerou muita reclamação rival. O Náutico tentou reagir e ainda teve um gol anulado no último minuto, mas não conseguiu evitar o revés.

Pernambucano 2015Hexagonal do Título

SportspoSport1
0NáuticoNáuticocnc-q

2015-02-08 21:30 GMT-000 (D) FinalizadoArena Pernambuco

O Sport mantém a liderança do Pernambucano, com seis pontos, enquanto o Náutico continua sem vencer jogos oficiais na temporada e ocupa a quarta colocação no hexagonal do título. Na próxima rodada, o Sport encara o Salgueiro fora, enquanto o Náutico recebe o Serra Talhada.

O clássico começou disputado e truncado na Arena. Logo aos 5min, o zagueiro Diego foi advertido com cartão amarelo após falta dura em Samuel. Aos 9min, o Náutico chegou com Renato, que não conseguiu concluir.

Mas o Sport passou a trabalhar a bola e conseguiu abrir o placar aos 16min. Em uma bela trama de ataque, Diego Souza tabelou com Danilo, entrou na área e bateu para defesa de Júlio César. No rebote, o mesmo Danilo furou a redonda, que sobrou para Samuel inaugurar o marcador.

Os jogadores do Náutico reclamaram de uma possível falta no goleiro Júlio César no lance, mas o árbitro confirmou o tento. Aos 41min, o Náutico respondeu: Josimar arriscou uma bicicleta que passou perto do gol de Magrão.

O início do segundo tempo ficou marcado por xingamentos dos torcedores das equipes contra a Federação e o consórcio que administra a Arena Pernambuco. A tropa de choque da Polícia Militar teve de ser acionada para retirar uma faixa alvirrubra com as inscrições "Federação Pernambucana: Vergonha!".

Dentro de campo, o Sport voltou melhor. Aos 13min, Diego Souza fez bela jogada e tocou para Régis, que demorou para bater e acabou perdendo a chance de ampliar. O Náutico respondeu aos 23, com Flávio, que aproveitou sobra de bola de frente para o gol, mas mandou para fora.

O Náutico continuou buscando o empate, e Jefferson Nem quase marcou de fora da área aos 34min, mas foi parado por Magrão. Aos 45min, o árbitro ainda anulou um gol de Patrick Vieira, que completou para as redes após desvio de cabeça de Flávio.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade