2 eventos ao vivo

Macaé e Náutico definem empate amargo na Região dos Lagos

10 nov 2015
21h11
  • separator
  • 0
  • comentários

Em resultado ruim para os dois times, Macaé e Náutico ficaram no empate por 1 a 1, nesta terça-feira, no estádio Cláudio Moacyr. Com a igualdade, os cariocas chegaram a 39 pontos e perderam a chance de pressionar os rivais na briga contra o rebaixamento. Já os pernambucanos, com 56, seguem na luta pelo acesso, mas poderia terminar a rodada em melhor situação.

O confronto foi muito disputado, principalmente no primeiro tempo. O Macaé abriu o placar com Douglas Assis, mas viu o Náutico empatar ainda na etapa inicial, com Ronaldo Alves. No segundo tempo, o duelo caiu de rendimento e as duas equipes pouco fizeram para mudar o resultado. Ambas voltam a campo pela Série B neste sábado. O Macaé vai até Goiânia encarar o Atlético-GO. Já o Náutico recebe o CRB, na Arena Pernambuco.

O jogo - O Macaé começou melhor a partida e tentando impor uma pressão. Os donos da casa chegaram com perigo aos três minutos, em chute de Anselmo que foi para fora. No entanto, em sua primeira chegada ao ataque, o Náutico quase abriu o placar, aos oito. Daniel Morais recebeu passe na área e chutou para grande defesa de Marcos Felipe. O goleiro conseguiu desviar a bola, que ainda bateu na trave. O lance não assustou os cariocas, que responderam no minuto seguinte. Pipico foi lançado pela direita, passou por um marcador, mas finalizou para fora.

Depois disso, o confronto ficou aberto, com as duas equipes em busca do gol. Só que ambas erravam muito no setor ofensivo. No entanto, aos 22 minutos, em lance de bola parada, o Macaé abriu o marcador no Cláudio Moacyr. Após cobrança de escanteio, Ramon desviou na primeira trave e Douglas apareceu livre para se esticar e colocar a bola para a rede.

Os donos da casa não diminuíram o ritmo após o gol e mantiveram o bom desempenho. O Náutico sentiu o revés, mas logo voltou a equilibrar as ações. Os pernambucanos chegaram ao empate em outro lance de bola parada, aos 31 minutos. Após cobrança de falta na área, Ronaldo Alves subiu mais que o defensor e se antecipou a Marcos Felipe para cabecear para a rede.

Na parte final, o Macaé passou a pressionar o Náutico em busca do segundo gol. Na melhor chance dos cariocas, Diego cobrou falta e viu Julio Cesar es esticar para fazer boa defesa e salvar os visitantes. Com isso, o duelo foi para o intervalo com a igualdade no placar.

Diferente da etapa inicial, o segundo tempo começou com ritmo lento. O Náutico adotou uma marcação mais forte e impediu a criação de boas jogadas pelo Macaé. Os pernambucanos tinham ligeira superioridade, mas só chegaram com perigo aos 14 minutos, em cabeçada de Ronaldo Alves que parou em Marcos Felipe.

Aos poucos, o Macaé conseguiu equilibrar a partida e passou a atacar com mais intensidade. Principalmente pela esquerda, com Fernando Neto, os donos da casa assustavam o goleiro Julio Cesar em cruzamentos. O Náutico passou a avançar nos contra-ataques e quase desempatou ais 32 minutos. Douglas recebeu cruzamento, mas cabeceou fraco, nas mãos do goleiro. A resposta dos cariocas veio em seguida. Wagner Carioca arriscou de fora da área e quase acertou o ângulo.

Nos minutos finais, os donos da casa pressionaram e tiveram oportunidade aos 43 minutos. Jones recebeu passe na área e chutou cruzado. A bola passou raspando a trave, mas foi para fora. No último lance da partida, Wagner carioca cobrou escanteio e Marino, ao tentar cortar o perigo, cabeceou na trave. Assim, o confronto terminou com a igualdade no placar em Macaé.

FICHA TÉCNICA

MACAÉ 1 X 1 NÁUTICO

Local: Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ)

Data: 10 de novembro de 2015 (terça-feira)

Horário: 19 horas (de Brasília)

Árbitro: Rafael Traci (Paraná)

Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Leonardo Mendonça (ES)

Cartão amarelo: Gastón (Náutico)

GOLS:

MACAÉ: Douglas Assis, aos 22min do primeiro tempo

NÁUTICO: Ronaldo Alves, aos 31min do primeiro tempo

MACAÉ: Rafael; Henrique, Ramon, Douglas Assis e Diego; Gedeil (Marquinho), Wagner Carioca, Fernando Neto (Aloísio) e Juninho; Pipico e Anselmo (Jones)

Técnico: Josué Teixeira

NÁUTICO: Júlio César; Rafael Pereira (Niel), Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gastón; Marino, Fillipe Soutto, Jackson Caucaia e Hiltinho; Bergson (Bruno Alves) e Daniel Morais (Douglas)

Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade