0

Sport segura Náutico e é tetracampeão pernambucano

19 abr 2009
17h56
atualizado às 21h01

O Sport confirmou a boa fase e o favoritismo para faturar o tetracampeonato pernambucano neste domingo. O time comandado por Nelsinho Baptista só precisava de um empate com o Náutico para erguer o 38º caneco do Estado. E foi o que aconteceu. O elenco rubro-negro ficou no 0 a 0 com o rival, o suficiente para dar mais um título ao grupo.

» Fotos de Náutico x Sport
» ESPN: assista ao vídeo
» Sport deixa Náutico e Santa Cruz na "penumbra"
» Sport busca "expansão internacional"
» Comente a conquista do Sport

Com a conquista, o Sport abre 14 títulos de vantagem para o Santa Cruz e 17 para o Náutico. No entanto, o clube rubro-negro ainda busca mais duas façanhas. A primeira é igualar o pentacampeonato conquistado entre 1996 e 2000 e a outra e chegar ao feito ocorrido entre 1963 e 1968, quando o rival Náutico foi hexacampeão estadual.

O título deste ano veio de maneira antecipada, já que o Sport foi campeão também do primeiro turno. Assim, os comandados por Nelsinho poderão se dedicar somente à Copa Libertadores. No torneio continental, o Sport ocupa a segunda colocação no Grupo 1 e estaria classificado às oitavas se a primeira fase do campeonato terminasse hoje.

Precisando da vitória, quem tomou a iniciativa foi o Náutico, que partiu para cima do rival nos Aflitos. No primeiro tempo, a equipe alvirrubra foi superior, mas não conseguiu balançar as redes de Magrão.

Para a segunda etapa, o time visitante conseguiu equilibrar o clássico mas, com o apoio de sua torcida, o Náutico voltou a pressionar e, mesmo assim, não conseguiu chegar ao gol e conseqüentemente à vitória.

No entanto, mesmo se o Náutico tivesse conquistado os três pontos, haveria mais uma partida entre as duas equipes para definir quem seria o campeão do segundo turno, já que o Sport tinha três pontos a mais que o rival durante a competição. No entanto, nada disso foi necessário e o Sport faturou o tetracampeonato estadual.

FICHA TÉCNICA

Náutico 0 x 0 Sport

Ponto Forte do Náutico
Dupla de zaga formada por Negreti e Gladstone conseguiram segurar o ataque do rival e, em algumas oportunidades, criaram boas chances de ataque

Ponto Forte do Sport
Volta de Hamilton deu maior consistência ao meio-campo do time rubro-negro

Ponto Fraco do Náutico
No primeiro tempo, o time não soube aproveitar o domínio do jogo e as melhores chances de gol

Ponto Fraco do Sport
Criou poucas jogadas de ataque, principalmente pelo lado direito, pouco utilizado

Personagem do jogo
Nelsinho Baptista, que armou bem o time e conseguiu segurar a pressão nos Aflitos

Esquema Tático Náutico
Eduardo; Gladstone, Negreti, Asprilla, Galiardo (Kuki), Vágner, Derley, Carlinhos Bala, Wellington, Gilmar, Adriano Magrão (Anderson Lessa); Técnico: Waldermar Lemos

Esquema Tático Sport
Magrão; Igor, César, Durval, Moacir, Daniel Paulista (Andrade), Hamílton, Paulo Baier, Dutra, Wilson, Vandinho (Ciro); Técnico: Nelsinho Baptista

Cartões Amarelos
Náutico: Gladstone
Sport: Dutra, Wilson

Árbitro
Heber Roberto Lopes

Local
Estádio dos Aflitos, no Recife (PE)


Torcida do Sport faz a festa no Estádio dos Aflitos em Pernambucano
Torcida do Sport faz a festa no Estádio dos Aflitos em Pernambucano
Foto: Edgar Melo / Futura Press
Fonte: Terra
publicidade