0

Técnico do Náutico pode usar quatro atacantes contra o Inter

23 jul 2013
19h23
atualizado às 19h24
  • separator
  • comentários

Na tarde desta terça-feira, o treinador do Náutico Zé Teodoro comandou treinamento em que esboçou uma equipe bastante ofensiva na preparação para enfrentar o Internacional, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), na Arena Pernambuco. Com apenas quatro pontos, a equipe ocupa a lanterna do Brasileiro e o técnico depende de um bom resultado para dar continuidade ao trabalho no clube.

Willian Alves e o Náutico voltarão à Arena Pernambuco para enfrentar o Internacional
Willian Alves e o Náutico voltarão à Arena Pernambuco para enfrentar o Internacional
Foto: Eduardo Amorim / Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra

No Centro de Treinamento Wilson Campos, o time titular do Náutico foi escalado com Ricardo Berna; Auremir, Jean Rolt, Willian Alves, Eltinho; Derley, Elicarlos, Jones Carioca; Maikon Leite, Rogério e Oliveira. O zagueiro Willian Alves explicou a mudança na equipe, que já chegou a ter quatro volantes e agora pode contar com o mesmo número de atacantes. 

“O que o Zé (Teodoro) está tentando achar é esse equilíbrio entre defesa e ataque, porque pode colocar todos para marcar, mas se for para marcar o jogo inteiro com o nível da Série A o time pode acabar sendo vazado”, disse.

Ele, no entanto, afirmou que os zagueiros se sentem protegidos pelos volantes Elicarlos e Derley, que tem também o auxílio dos laterais na proteção da zaga. “Nessas duas saídas que demos fora de casa não conseguimos trazer pontos e sabemos que para permanecer na Série A o fator casa é muito importante, como foi ano passado, então temos que fazer prevalecer. Nós vamos ter essa partida agora em casa e temos que usar isso para conseguir os três pontos. A gente vem trabalhando bastante durante a semana, tentando também trabalhar a parte ofensiva para que os gols comecem a sair e as vitórias também”, resume o defensor.

Questionado sobre a possibilidade de demissão do técnico do seu time, o zagueiro Willian Alves, que foi comandado por Zé Teodoro também no Santa Cruz, afirmou que “não é momento para essas coisas, a gente ficar trocando de treinador não é a melhor solução e acho que a resposta tem que vir de nós (jogadores)”, lembrando ainda que podem haver dispensas de atletas também se a crise perdurar no time.

Veja a festa nas arquibancadas pelo Brasil em 2013:

Fonte: Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra
  • separator
  • comentários
publicidade