inclusão de arquivo javascript

Esportes

 
 

Na volta de Ronaldinho, Brasil bate País de Gales

05 de setembro de 2006 17h39 atualizado às 23h58

Autor do primeiro gol, Marcelo é abraçado por companheiros. Foto: EFE

Autor do primeiro gol, Marcelo é abraçado por companheiros
Foto: EFE

A Seleção Brasileira não repetiu, nesta terça-feira, o bom desempenho apresentado na vitória sobre a Argentina. Na volta do meia-atacante Ronaldinho, que também não teve atuação destacada, o time comandado por Dunga apresentou problemas, mas venceu por 2 a 0, gols do estreante Marcelo e Vágner Love.

Veja fotos do amistoso
Ronaldinho diz que briga por vaga
Elano: "aproveitei a chance"
Love: "saio confiante"
Marcelo: "estava pronto"
Brasil erra muitos passes
Torcedor invade gramado
Comente a vitória brasileira

Com o resultado, o time verde e amarelo fechou com dois triunfos em duas partidas sua excursão pela Inglaterra. No último domingo, também em Londres, a equipe havia apresentado futebol bem mais convincente e superado os argentinos por 3 a 0.

Com o time bastante modificado em relação ao jogo anterior, o Brasil insistiu muito nas jogadas pelo meio e teve dificuldades para criar boas oportunidades de gol. Posicionado da maneira como atua no Barcelona, aberto pela esquerda, Ronaldinho não conseguiu resolver o problema.

Na volta do intervalo, Dunga reclamou do afunilamento das jogadas e promoveu as entradas de Gilberto Silva e Edmílson. O time seguiu sem chegar pelas laterais, mas o estreante lateral-esquerdo Marcelo, 18 anos, apareceu no meio e bateu forte para abrir a contagem, aos 14min.

O gol abriu a defesa galesa e tornou mais fáceis as chegadas brasileiras. Aos 28min, Robinho, que havia entrado no lugar de Ronaldinho, abriu para Cicinho. O lateral levantou na área, e Vágner Love cabeceou para dar números finais ao amistoso. Gilberto, Elano e Rafael Sobis também tiveram seus minutos em campo no White Hart Lane.

O jogo

Bastante modificada em relação ao time que bateu a Argentina, a Seleção Brasileira começou a partida apertando o País de Gales. Aos 5min, Alex desviou escanteio da esquerda e teve o gol evitado pelo goleiro Jones. No rebote, Edmílson bateu à esquerda.

Aos poucos, no entanto, os galeses saíram ao ataque. Earnshaw teve boa oportunidade para finalizar aos 11min, mas foi travado por Alex. Dois minutos depois, Luisão errou na saída, e Giggs deu de calcanhar para Earnshaw. O atacante saiu na cara do gol e obrigou boa defesa de Gomes.

Ronaldinho, que errava a maioria das jogadas que tentava, foi derrubado na meia esquerda, aos 24min, e bateu por cima. Aos 33min, Kaká fez boa tabela com Vágner Love na meia-lua e obrigou defesa em dois tempos de Jones.

Os comandados de Dunga, no entanto, insistiam demais nas jogadas pelo meio. Sem Daniel Carvalho e Elano, a equipe falhava na tentativa de chegar à linha de fundo, uma vez que Maicon preferia sempre cortar para o meio e Marcelo se mostrava tímido no apoio. Vágner Love chegou a balançar a rede ainda no primeiro tempo, mas o lance foi bem anulado pelo assistente.

No intervalo, Dunga reclamou do afunilamento das jogadas e trocou o volante Edmílson por Gilberto Silva. Depois de alguns minutos na etapa final, resolveu dar mais poder de apoio ao time promovendo a entrada de Cicinho no lugar de Maicon.

Mesmo sem resolver os problemas apresentados antes do intervalo, o Brasil conseguiu abrir a contagem. Depois de levar susto em arremate de Bellamy, o time foi à frente e Marcelo recebeu de Júlio Baptista na meia. O garoto de 18 anos bateu forte e acertou o canto esquerdo de Jones.

O gol deixou a partida mais aberta e facilitou as investidas brasileiras. Aos 21min, Júlio Baptista carregou pelo meio e deixou com Ronaldinho. O camisa 10 se livrou de um marcador, balançou na frente de outro e bateu com perigo, à esquerda.

Foi o último lance do jogador, que deu lugar a Robinho. Sete minutos depois de entrar, o atacante do Real Madrid pedalou na meia e abriu para Cicinho na direita. O lateral levantou na cabeça de Vágner Love, destaque da Seleção no jogo, que deu números finais ao amistoso.

Ficha Técnica
Brasil 2 x 0 País de Gales
Equipes
Gomes
Maicon
(Cicinho)
Luisão
Alex
Marcelo
(Gilberto)
Edmílson
(Gilberto Silva)
Dudu Cearense
Júlio Baptista
(Rafael Sobis)
Kaká
(Elano)
Váger Love
Ronaldinho
(Robinho)

Técnico:
Dunga

Jones
Duffe
(Edwards)
Gabbidon
Collins
Nyatanga
Robinson
(Fletcher)
Earnshaw
(Cotteril)
Davies
(Vaughan)
Bale
(Rickets)
Bellamy
Giggs
(Ledley)

Técnico:
John Toshak

Gols

14min - 2 ° tempo
Marcelo
28min - 2º tempo
Vágner Love

 
Local: Estádio White Hart Lane, em Londres (ING)
Árbitro: Mark Riley (ING)
Redação Terra