inclusão de arquivo javascript

Esportes

 
 

Ex-mulher de Jardel admite a reconciliação

04 de dezembro de 2004 13h22

A modelo Karen Matzenbacher admitiu que pode se reconciliar com seu marido, o atacante brasileiro Jardel, de quem está separada, segundo afirmou hoje numa entrevista na edição online do jornal português Correio da Manhã.

"Amo Jardel de forma diferente hoje. O amor por ele vai continuar para sempre, mas como o pai dos meus filhos. Como marido já acabou", afirma Karen, ex-capa da revista Playboy, ressaltando não poder "ter certeza de que não haverá reconciliação".

Além disso, Karen diz que o futuro "a Deus pertence", mas seu sentimento neste momento é de amizade com o artilheiro, que está jogando no Newell's Old Boys, da Argentina.

Karen, que vive no Brasil, passou alguns dias em Lisboa, onde começou a colaborar com a agência de comunicação emagenda.com, o que fará com que passe mais tempo em Portugal.

Sobre a possibilidade de viver em Lisboa, Karen disse que avaliou essa opção, mas desistiu da idéia por causa dos laços familiares que a unem ao Brasil.

A mulher de Jardel destacou a vontade de seus filhos de morar em Portugal, mas lembrou que sofre de hepatite C, o que a obriga a seguir tratamento no Brasil.

Karen explicou que contraiu a doença durante uma transfusão de sangue quando nasceu, mas que só descobriu sobre ela em maio.

Desde então, lembra, vem lutando para divulgar informações sobre a doença, o que a levou a criar um grupo de apoio para infectados.

A modelo assegura que quando soube de seu problema ficou desesperada por causa da falta de informação, e que sua fé evangélica a ajudou a superar o trauma.

EFE
EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.