inclusão de arquivo javascript

Esportes

 
 

"Cavadinha" perdida será motivo de conversa entre Cuca e Montillo

25 de outubro de 2010 20h21 atualizado às 21h04

Meia argentino (à esq.) terá que se explicar ao treinador do Cruzeiro. Foto: Washington Alves/Vipcomm/Divulgação

Meia argentino (à esq.) terá que se explicar ao treinador do Cruzeiro
Foto: Washington Alves/Vipcomm/Divulgação

O Cruzeiro volta aos treinos nesta terça-feira pela manhã, quando o técnico Cuca começa a armar o time para o confronto diante do Grêmio Prudente, no sábado, às 18h30, em Presidente Prudente. Na reapresentação, o treinador promete conversar com o armador Montillo para entender o motivo que o fez perder um pênalti no clássico contra o Atlético-MG (derrota por 4 a 3).

Na ocasião, o Cruzeiro perdia o jogo por 2 a 0 e o meio-campista cobrou a penalidade com "cavadinha", mandando a bola por cima do gol de Renan Ribeiro.

"Prefiro falar internamente, conversar com ele (Montillo), sentir por que o jogador fez isso. Certamente tem um motivo, de repente ele viu o goleiro sair para um lado e quis trocar. Vamos ver primeiro, quero conversar com ele", adiantou Cuca.

Para o treinador, um gol naquele momento poderia mudar o andamento do duelo. "Perdemos pênalti em um momento crucial, que emocionalmente traria todo o lado positivo para a equipe. Não merecemos vencer porque perdemos chances inacreditáveis", opinou o técnico.

Gazeta Esportiva