Londres 2012

Esportes » Olimpíada » Olimpíada

 'A Fazenda': "Não quero ser amiga de nenhum deles", diz Koboldt
09 de junho de 2009 11h42 atualizado às 12h40

Comentários
 
Bárbara Koboldt, Hoje em Dia, interna e atomo. Foto: Reprodução

Bárbara Koboldt fala sobre sua desistência do reality no 'Hoje em Dia'
Foto: Reprodução

A desistente de A Fazenda, Bárbara Koboldt, participou nesta terca-feira (9) do programa Hoje em Dia, da Record, falando sobre sua saída do reality show rural. Durante os assuntos abordados, Bárbara deu algumas declarações polêmicas.

"Não quero ser amiga de nenhum deles. O único com quem eu posso vir a ter uma amizade é o Miro (Moreira) que mora perto da minha casa e a gente vai almoçar em algum lugar por ali", disse a apresentadora, quando perguntada sobre se teria interesse em continuar o relacionamento com os participantes fora do confinamento.

"O Carlinhos (Mendigo) era o verdadeiro ¿ator-mentado¿ ali dentro. Ele era o divertido, o que fazia imitações... Eu acho ele uma gracinha. Eu num gosto de homem de cuida demais do corpo, gosto de mais inteligente. Sou do mesmo jeito que ele. Acho que depois, quem sabe, poderia acontecer alguma coisa", desconversou quando o assunto foi o interesse dela no rapaz.

Sobre o episódio em que Dado Dolabella fez com que Bárbara saísse do lugar que ocupava à mesa durante uma refeição pois "ali era o lugar da Dani Carlos", a apresentadora disse que ficou bastante irritada e achou falta de educação. Disse também que dentro do programa todos fingem e interpretam.

"Eu não gostaria de ter me emocionado tanto. Queria ter sido mais fria, ter sido mais arrogante. Eu tenho medo de bicho, de vaca, de cavalo, mas descobri que tenho mais medo de gente", falou a apresentadora sobre seus arrependimentos no programa, e também disse que se pudesse escolher sua substituta, ela seria a cantora Gretchen.

"Eu não diria o mais falso, mas sim o mais esperto é o Dado", respondeu a modelo gaúcha quando questionada sobre quem seria o participante que mais finge no programa. Ela também criticou o comportamento de Theo Becker que reage explosivamente quando provocado e disse que está torcendo por Miro Moreira. "Ele faz tudo direitinho, e ainda mais, ajuda os outros. O Pedro (Leonardo) também. Ele está meio triste porque está sem o violão, mas eu acho justo que tirem esse escape do pessoal da música".

Redação Terra