1 evento ao vivo

Organização diz que cortes do governo não afetam Londres 2012

19 jul 2010
13h25
atualizado às 14h42

Os organizadores dos Jogos Olímpicos de Londres em 2012 vão completar seu projeto no prazo, apesar de um corte orçamentário governamental de 27 milhões de libras (aproximadamente R$ 73 milhões), afirmaram nesta segunda-feira os organizadores do evento.

As amplas medidas de austeridade adotadas pelo governo de coalizão para fazer frente ao déficit orçamentário britânico incluíram uma redução das verbas previstas para a Olimpíada de 2012. Mas a Autoridade Pública Olímpica (ODA, na sigla em inglês) disse que seus próprios esforços para reduzir os custos já tinham rendido economias.

Em seu relatório econômico trimestral, a ODA disse que reduziu o custo total estimado da Olimpíada em 6 milhões de libras (cerca de R$ 16,3 milhões), para 9,298 bilhões de libras (aproximadamente R$ 25 milhões).

As economias teriam sido de quase 50 milhões de libras (cerca de R$ 136 milhões), não fosse pelos aumentos de impostos, IVA e seguros nacionais anunciados pelo governo. A ODA disse que no último trimestre foram feitas economias de 100 milhões de libras (aproximadamente R$ 272 milhões), das quais 27 milhões (cerca de R$ 73 milhões) foram devolvidas ao governo.

"Faltando dois anos para os Jogos, e com mais de dois terços da fase de construção completados, estamos em ótima situação", disse o ministro dos Esportes, Hugh Robertson.

O executivo-chefe da ODA, David Higgins, disse que desde que foi anunciado o orçamento de base para a Olimpíada, em novembro de 2007, já foram poupados 700 milhões de libras (Aproximadamente R$ 1,9 bilhão).

"Vamos continuar a reduzir os custos onde for possível, e, ao mesmo tempo, garantir o que for preciso para uma Olimpíada fantástica em 2012 e um legado duradouro depois."

A ODA completou seu último conjunto de obras dentro dos prazos previstos. Foram divulgadas novas fotos do Parque Olímpico, mostrando que bons progressos estão sendo feitos em toda a obra.

Na semana passada a ODA disse que já alcançou as dez metas de construção anunciadas no ano passado e que, dentro de um ano, as estruturas de todos os espaços principais dos jogos estarão prontas para serem entregues ao comitê organizador das Olimpíadas.

Já foram instalados assentos no Estádio Olímpico principal, e a estrutura do velódromo e do centro aquático também foi concluída.

Três quartos da vila olímpica já estão prontos, e mais de 2 mil novas árvores foram plantadas. Os trabalhos de paisagismo do parque já estão começando.

Autoridade Pública Olímpica diz que houve economia de R$ 272 milhões com evento no último trimestre
Autoridade Pública Olímpica diz que houve economia de R$ 272 milhões com evento no último trimestre
Foto: Getty Images
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
publicidade