0
Logo do Palmeiras
Foto: terra

Palmeiras

Após "erro grotesco", Bruno assume culpa por eliminação do Palmeiras

14 mai 2013
23h10
atualizado em 15/5/2013 às 01h49
  • separator
  • comentários

O Palmeiras entrou em campo na noite desta terça-feira contra o Tijuana precisando de uma vitória simples para conseguir sua vaga às oitavas de final da Copa Libertadores. O que a torcida presente ao Pacaembu viu no primeiro tempo, entretanto, foi falha absurda do goleiro Bruno, que admitiu o "frango" na saída para o intervalo. O gol foi determinante para a derrota por 2 a 1, que resultou em eliminação na competição.

"Foi um erro grotesco que não poderia ter acontecido", resumiu o arqueiro enquanto se encaminhava para os vestiários. Aos 26min do primeiro tempo, Riasco tentou chute fraco da entrada da área e Bruno se abaixou para defender. A bola, entretanto, passou entre os braços e as pernas do goleiro, para a seguir repousar no gol do Palmeiras.

Depois do intervalo, o time alviverde lutou para buscar a virada, mas sofreu novo gol logo aos 6min, com Arce, desta vez sem chances para Bruno. Souza descontou de pênalti aos 16min, mas  foi só para o Palmeiras.

Perguntado se sentia-se o responsável pela eliminação, Bruno foi honesto: "foi, a culpa foi minha. Aquele primeiro gol foi o que determinou o resultado da partida. A responsabilidade é minha, eu assumo. Era uma falha que não poderia ter acontecido".

O goleiro ainda se irritou ao ser questionado se via sua carreira no clube ameaçada por conta da falha e mostrou confiança em seu talento. "Eu sei do que sou capaz. Já mostrei. Foi um erro, culminou na derrota, errrei, mas acontece", respondeu Bruno, que substituiu o lesionado Fernando Prass.

<p>Bruno deixa campo desolado ap&oacute;s elimina&ccedil;&atilde;o palmeirense</p>
Bruno deixa campo desolado após eliminação palmeirense
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra
Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade