PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Barcos reclama de jogar "isolado" no ataque

30 mai 2012 12h16
| atualizado às 14h52
Publicidade

No último jogo do Palmeiras, contra o Grêmio, o atacante Hernán Barcos foi, durante a maior parte do tempo, o único responsável por tentar criar chances de gol para o seu time. A distância do restante do time fez com que o argentino precisasse batalhar sozinho com a defesa gremista.

» Veja o guia e saiba tudo sobre os times do Brasileiro 2012
» Veja opções de jogadores para o seu time repatriar no Brasileiro

O centroavante reconheceu que a distância dos outros jogadores foi um problema, e disse que o Palmeiras está treinando para melhorar o posicionamento.

"Quando pego na bola e estou muito longe dos demais é dificil. A partida contra o Grêmio deixou claro. Mas tambem estamos trabalhando nisso, para que os companheiros fiquem mais perto. Senão as situações de gol vão ser cada vez mais escassas", disse Barcos.

O jogador também comentou sobre o seu posicionamento nos últimos jogos, em que esperou mais do que foi buscar a bola. "Trato de não sair muito da área, é o que me pede o Felipão. Quando saio, às vezes vou bem, às vezes mal. É normal", afirmou o centroavante.

Barcos pede que seus companheiros de ataque aproximem-se para realizar tabelas
Barcos pede que seus companheiros de ataque aproximem-se para realizar tabelas
Foto: Fernando Borges / Terra
Fonte: Lancepress!
Publicidade