1 evento ao vivo

Com 2 de falta, Palmeiras vence Inter e encerra jejum em casa

29 set 2010
21h20
atualizado em 30/9/2010 às 00h27

Sem demonstrar abatimento com a conturbada semana política do clube, que passa por mudanças repentinas na diretoria de futebol, o time do Palmeiras conquistou a terceira vitória seguida no Brasileiro, nesta quarta-feira. Ao bater o Inter por 2 a 0, com dois gols de Marcos Assunção de falta, os comandados de Felipão chegaram aos 38 pontos e ocupam o oitavo lugar na tabela.

Jogando na Arena Barueri, foi a primeira vitória do time alviverde como mandante desde 14 de agosto, quando, no Pacaembu, derrotou o Atlético-PR por 2 a 0. Desde então, foram quatro jogos de jejum nessa condição, com três derrotas (Atlético-GO, Cruzeiro e São Paulo) e um empate (Vasco).

Já a equipe do técnico Celso Roth perdeu pontos importantes na luta pelo título. Ainda com um jogo a menos que a maioria dos concorrentes, os gaúchos têm 41 pontos, e estão no 4º lugar.

Na próxima rodada, os dois times jogam no sábado. Às 16h (horário de Brasília), o Palmeiras faz clássico paulista contra o Santos, fora de casa. Às 18h30, o Inter recebe o Guarani no Beira-Rio.

O jogo

O Palmeiras buscou o ataque desde o início da partida, mas deixava espaços para os rápidos contra-ataques do Inter. As primeiras jogadas que Valdívia e Kleber tentaram articular pararam na segura marcação gaúcha e Renan não era muito exigido.

Aos 15min, o goleiro da equipe colorada não teve dificuldades em sua primeira aparição na partida, quando encaixou uma falta fraca cobrada por Macos Assunção. Eram os comandados de Celso Roth que levavam mais perigo quando chegavam: aos 20min, Leandro Damião bateu rente ao gol em Deola, após passar pelo zagueiro Danilo.

A segunda falta cobrada por Assunção, no entanto, foi fatal. Aos 31min, o meia cobrou com precisão e abriu o placar, no momento em que uma chuva intensa começou em Barueri.

O mau tempo prejudicou o andamento da partida, com os dois times caindo de produção. Apenas aos 44min, o Palmeiras criou uma nova boa oportunidade, quando Kleber entrou na área pela direita e chutou forte rente à trave adversária.

Para a etapa final, o técnico Celso Roth promoveu a entrada de Alecsandro, que se recupera de uma lesão, no lugar de Leandro Damião.

Apesar da chuva ter diminuído, os dois times voltaram ainda errando muitos passes e o jogo seguia pouco movimentado. Novamente o Palmeiras chegou ao gol em uma bola parada de Marcos Assunção, que, desta vez, contou com colaboração do goleiro Renan.

Na sequência, aos 16min, Kleber desperdiçou uma grande chance para ampliar, finalizando muito mal após receber passe de Valdívia, que passou ente três marcadores.

O Inter não mostrou forças para reagir e o Palmeiras diminuiu o ritmo. Em uma das raras chegadas, Kleber desperdiçou mais uma chance de fazer o seu: aos 40min, o atacante passou por dois e entrou na área, mas demorou para chutar e Renan fez a defesa.

FICHA TÉCNICA

Palmeiras 2x0 Internacional

Gols
Palmeiras:

Marcos Assunção, aos 31min do primeiro tempo e 13min do segundo tempo.

Ponto Forte do Palmeiras
Valdívia teve a sua grande atuação desde a volta.

Ponto Forte do Internacional
Até sofrer o primeiro gol era o time que mais levava perigo, por meio de rápidos contra-ataques.

Ponto Fraco do Palmeiras
Kleber perdeu duas oportunidades claras de gol e irritou a torcida.

Ponto Fraco do Internacional
Renan vem acumulando falhas e se mostra tão inseguro quanto os goleiros do Inter no primeiro semestre.

Personagem do jogo
Marcos Assunção: com um incrível aproveitamento de bola parada, marcou dois gols nas três faltas que cobrou.

Esquema Tático do Palmeiras
4-4-2
Deola; Vitor, Danilo, Maurício Ramos e Gabriel Silva; Edinho, Marcos Assunção, Márcio Araújo (Lincoln) e Tinga (Rivaldo); Valdívia (Pierre) e Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Esquema Tático do Internacional
4-4-2
Renan; Daniel, Bolivar, Sorondo, e Kleber; Wilson Matias, Guiñazu, Andrezinho (Marquinhos), Giuliano e Edu; Leandro Damião (Alecsandro).
Técnico: Celso Roth

Cartões amarelos
Palmeiras:
Maurício Ramos, Gabriel Silva e Kleber
Internacional: Edu

Árbitro
Evandro Rogério Roman (PR)

Local
Arena Barueri, em Barueri (SP)

Público: 12.264 espectadores


Fonte: Redação Terra
publicidade