1 evento ao vivo

Henrique representa 70% das vendas de camisa nas lojas do Palmeiras

21 mai 2013
09h04

Os números das lojas oficiais do Palmeiras, em menos de quatro meses, deixam claros quem a torcida adotou como ídolo para a temporada. Cerca de 70% das camisas que saem das duas unidades da Academia Store levam o número 3 e o nome de Henrique.

A informação foi repassada com exclusividade à Gazeta Esportiva.net por Gaston Krause, diretor de franquias da Meltex Franchising, empresa responsável pela administração da rede de lojas oficiais do Verdão.

"Os outros 30% são de outros jogadores, como Valdivia e Leandro, e de consumidores que preferem colocar qualquer número com seus próprios nomes nas camisas", disse Krause, relatando quem ainda está entre os preferidos da torcida.

Os dados confirmam a primeira impressão do departamento de marketing reestruturado pelo presidente Paulo Nobre. Já sem Marcos, que anunciou aposentadoria em janeiro de 2011, e Barcos, negociado em fevereiro com o Grêmio, Henrique se tornou a imagem mais valorizada pela torcida.As estatísticas também relatam a profunda perda de espaço de Valdivia. O chileno foi recontratado em agosto de 2010, em negociação de custo de R$ 36 milhões a serem pagos até 2016, como uma excelente alternativa de marketing. Mas pouco entrou em campo. Os consumidores preferem o atual capitão ao camisa 10.

Atualmente, segundo Krause, as camisas representam 40% das vendas nas unidades da Academia Store. E o modelo mais comprado é o da cor ‘marca-texto’, que será aposentado e trocado por um branco nos novos uniformes que serão lançados pela Adidas, fornecedora de material esportivo, na manhã desta terça-feira, no Pacaembu.

E não são só os ídolos do presente que atraem consumidores. "Outro dia eu mesmo atendi a um cliente que queria uma camisa do Evair no modelo atual. E ele saiu com o nome dele, em uma camisa 9", relatou Krause, sorrindo pela lembrança do ídolo do time que encerrou jejum de 17 anos sem títulos do clube com a conquista do Paulista de 1993.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade